Arquivo para agosto, 2011

Melhores Momentos do VMA 2011

vma

No último final de semana ocorreu o VMA. Todos os anos essa data é celebrada por muitos do twitter como uma forma de se vingar das inúmeras quartas feiras e domingos onde a nossa timeline é floodada por futebol. Só dava a hastag #VMA brilhando linda na noite do domingo.

Se você perdeu, separamos os melhores momentos, se você viu vai poder relembrá-los conosco. Ninguém esperava muito da noite, afinal, 2011 foi um ano uó, se comparado com 2010. Tirando a Adele, nenhuma grande revelação. Faltou single, faltou novidade e criatividade para os artistas.

Na entrada, palmas para a Maria Gadu que calou todo o mundo exibindo sua cobra para a galera. E você duvidando que o Justin Bibier tinha uma cobrinha né, cadê seu Deus agora?

jutin bibirNas apresentações, todos esperavam com ansiedade qual a roupa maluca que seria usada pela Lady Gaga, e ela supreendeu a todos usando uma roupa bem básica. Tudo bem que era ela tava de garoto, mas isso é só um detalhe né. Confira You and I, cantada pelo Jo Calderone.

Enquanto isso Adele sofria bullying na platéia, com todas as divas do pop esfregando seus corpos magros na cara dela.

Rihanna tentou entrar na festa, mas foi barrada ao perceberem que seu convite era falsificado. Uma pena, teve que ver na televisão que Chris Brown arrebentou na dança.

É claro que quem sofre bullying, sempre acaba reagindo. Adele mostrou a todas que se elas tem um corpo, Adele tem uma voz. Só com piano e microfone ela fez uma das melhores performances que o VMA já viu cantando Someone Like You.

Tentando corrigir o erro de ter dado o prêmio da categoria masculina para uma menina, a produção do VMA resolveu dar o feminino para a Gaga que estava de piazinho.

Antes disso teve a Britney tirando as teias de aranha da estante de prêmios dela. A Neide Spears(apelido carinhoso dado por fãns brasileiros) também foi homenageada pela Lady Gaga durante a premiação. Lady Gaga de Jo Calderone mostrou que pode fazer stand up comedy e na brincadeira quase beijou a Neide na boca.

Para completar a santíssima trindade do pop, Britney e Gaga chamaram a futura mamãe Beyonce pro palco. Todas oram para que a criança não vire um shake do amor dentro da barriga dela, afinal como dança né. Beyonce também praticou bullying em sua apresentação, mostrando a todos que ela canta e dança, com ela não tem truque.

E teve a homenagem a Amy Winehouse que a poucos dias completou um mês sem ingerir bebidas alcólicas e usar drogas. Todo mundo esperava uma grande voz para homenageá-la, rolou até um boato que seria um Adele feat Gaga, mas quem acabou cantando Valerie para tristeza de uns e alegria de outros foi o Bruno Mars.

Em algum momento da noite tivemos Selena Gomez e o Taylor, mas conhecido como o lobo da saga gay vampiresca Crepúsculo, apresentando a revelação do ano. Eu pensei que o palco tinha sido invadido, mas na verdade eram os garotos do Tyler the Creator. Nesta hora eu não sabia se ria da mãe dos garotos desesperada e aos prantos de orgulho dos piás ou da Selena com cara de medo e fugindo do palco.

Para encerrar a noite, Katy Perry ganhou o prêmio de melhor vídeo de 2011 com Firework e foi vestida “The Sims” da vida real receber o prêmio. Essas garotas pensam que podem aparecer e causar sendo estranhas, mas isso é uma coisa que combina com a Gaga que é esquisita por natureza, elas só arrancam risos. Katy, você não precisa disso né.

E esse foi o resumo do que ocorreu no VMA 2011. E vocês, o que acharam da premiação?

Um super BjoMeChupa,

@PirulitodBanana

Anúncios

Estourando a bolha II: Jericoacoara

A minha primeira impressão foi: vou voltar correndo no mesmo ônibus que vim! Claro que achei o lugar lindo, mas achei impossível ficar por lá, sol demais, areia demais, vento demais, pequeno demais.
Fui recebida pela namorada do meu amigo, que até então eu só tinha falado por telefone, me receberam na pousada, me acomodei em um quarto, e lá fui eu, me aventurar pela vila, almocei um peixe delicioso no restaurante “Rústico e Acústico” (que é da namorada desse meu amigo que me ‘convidou’ para ir para lá), enquanto ia absorvendo as informações, e me enlouquecendo com as moscas, hehe. Subimos a Duna do pôr-do-sol pela primeira vez, e aquele visual me fez pensar que ali podia ser meu lugar por um tempo.

por do sol

Desde a primeira vez que olhei para esse mar, só consigo pensar na música do Tom Jobim: “O resto é mar, é tudo que eu não sei contar...” Essa foi minha última subida a Duna.

Da duna podemos ver toda a vila, o mar, e o conjunto de cores e formas encanta até o mais insensível dos mortais. Jericoacoara é um lugar que te acolhe, eu não sei explicar como, nem porquê, mas quem vai lá se sente assim, parte do todo, e por isso se apaixona.
Hoje vou deixar algumas dicas de onde comer em Jeri, na verdade a reprodução do que escrevi no meu blog inacabado Vivendo em Jericoacoara.

 

Restaurante e Pizzaria Araxá
Lugar onde eu trabalho, e acredite se quiser, não é puxação sde saco, aqui está uma das melhores pizzas que eu já comi na vida, massa fininha, crocante, recheio na medida certa, molho delicioso…nham nham, não tem como resistir, minhas dicas são parma, sciciliana, regina e do mar. E as massas, hum…a de tomate com manjericão conquistou meu coração, definitivamente…hauaha.

Jeribá
Não tenho palavras para descrever o prazer de jantar por lá após curtir o pôr-do-sol, de entrada um carpaccio de robalo, prato principal camarão no abacaxi, e para fechar tudo um creme de manga com vinho do porto. Se o paraíso tem um sabor, ele é feito pelas mãos do Apolinário, esses pneuzinhos ao redor da minha cintura são justificados por minhas constantes visitas a esse estabelecimento,rs. Que ainda conta com um atendimento fora de série, o Benevides que sempre nos atende com carinho o Apolinário que sempre vem dar o ar da graça, naquele ambiente ‘beira mar’ que tem um charme incontestável….ah!!!

Tamarindo
É um dos mais famosos da cidade, confesso que só fui uma vez, mas me deliciei, o que é aquele molho de tamarindo? Saladinha perfeita, um cuzcuz branco…morri e fui para o céu. Atendimento também espetacular, ambiente mais do que agradável, com uma árvore gigante de tamarindo emoldurando tudo.

Rústico e Acústico
Foi minha primeira refeição em Jeri, peixe na farofa de castanha de cajú, e a sobremesa cortesia,rs. Além de ser de uma amigona, é um lugar muito agradável, bem na Rua Principal, com pratos que saem da mesmice, e surpreendem o paladar, camarão a delicia, que pode ter até esse nome em outros lugares, mas o de verdade só lá mesmo.

Bistrogonoff
Que lasanha! Eu amo lasanha, e a de lá me fez querer mais…hehe. Com um molho perfeito, no ponto. Tem o strogonoff que é a pedida da casa, mas que eu ainda não experimentei, e algumas versões de robalo – meu peixe favorito – que se apresenta muito bem com o molho de ervas, fica a dica do suco frozen.

Kaze
Se você pensa que vindo para cá nunca comerá comida japonesa, está muito enganado, aqui se come muito bem, o restaurante não fica longe de nenhum dos da Liberdade (SP), e ainda tem uma saquerinha de lima da pérsia, para ser apreciada lentamente.

Café Brasil
Sanduiches, pratos rápidos, conversa boa, musica envolvente e suco de açaí com laranja…final de tarde perfeito. E sem falar das sobremesas, bolo prestígio, torta de ricota com goiabada…

Casa de pedra
Sanduiche de atum perfeito, açaí maravilhoso, sucos, e uma infinidade de sabores de sorvete, dos clássicos como chocolate, aos mais típicos daqui como tapioca e cajá.

Naturalmente
Não será o melhor crepe da sua vida, dizem por aí que teve uma época que foi, mas o ambiente é mágico,comer olhando o mar…hum…e a granola artesanal, é de longe o melhor açaí que já experimentei, e o crepe tá no top 5, recomendo o de maracujá (nunca decoro os nomes).

Engenhoca Doce – Sorveteria
Se tem um lugar culpado pelos meus quilinhos é esse, cheguei aqui na onde de experimentar todos os sabores do sorvete artesanal de lá, e quase o fiz,rs. Mas agora encontrei meu sabor, e meu equilíbrio de não tomar todo dia,rs, Pedra do Frade, é doce de leite com chocolate…vale conferir.

Beco Doce
Mousses, tortas, bolos…ah…o lugar é um sonho doce e um pesadelo gordo, fica a dica do bolo de chocolate ao leite com chocolate branco, e o mousse dentro do maracujá.

Miller e seus pães de queijo recheados
Ele anda pela rua com sua super caixa de pães de queijo recheados de carne seca com requeijão, calabresa, doce de leite, goiabada,e  é o terror da cidade, todos querem encontrá-lo entre uma fornada e outra no final da tarde.

Ficaram com vontade de comer em Jericoacoara? Espero que sim!
Me digam o que estão achando da coluna. O que gostariam que eu falasse. Semana que vem terei um post especial para os enamorados.

Beijo me twitte!

Color Block: Você já pode admitir que curte o Style Restart!

Queridas amigas leitoras, vocês viram como as cores dominaram as últimas coleções?

Repararam nos últimos desfiles das semanas de moda que a coisa toda anda bem colorida?!

Bom caso você ainda não saiba, porque simplesmente não é ninguém nesse mundo e nenhuma marca se preocupou em te convidar para os desfiles da temporada fique tranqüila! Hoje nossa conversa é a respeito de moda. Vamos falar de Color Block, ou color blocking, a grande promessa para as próximas estações!

não usar

E quando falamos de moda não estamos nos referindo ao look que você montou nas lojas Riachueeloo ok?!

 Mas pintosa antes que vc dê um Google no termo eu já lhe explico:

Color Block nada mais é que a mistura de algumas cores sólidas no mesmo look, traduzindo bem ao pé da letra para o português, significa cores em bloco.

E muita calma nessa hora, em se tratando de mishturas de cores, todo cuidado é pouco. Senão o resultado pode ser no mínimo algo desastroso:

lésbica masculina

E acho que vc não vai querer sair na rua parecendo uma sapa masculina né gátãn?!

Na verdade essa onda toda de cores vibrantes em um só look surgiu há 2 temporadas nas semanas de moda européias, onde marcas como a Gucci e a D&B ousaram em propor esse choque de combinações, até mesmo nos looks “masculinos”, que vamos combina né, mais se parecem de passivonas!

color blocking

E ai meu bem, como já é de costume, tudo que surge na Europa em 5 minutos pipoca por aqui, aCÚenda só os look das marcas brasileiras nas ultimas semanas de moda:

exemplos de looks color block

Para quem quer tentar aderir à tendência e acertar, não se esqueça de não misturar peças de roupas de tecidos que não combinem entre si ou com muitos detalhes ou estampas.

Uma dica é tentar usar só uma cor vibrante em um look monocromático ou combinar com o preto.

Logo abaixo uma sugestão de montagem de paletas de cores que “combinam” entre si e você pode ahazar sem se parecer com um membro da Familia Restart:

E finalmente pras bee que tem condições de sustentar um look agressivo nas boates e tem o carão suficiente pra ahazar com a cara da sociedade seguem umas fotchinhas babadeiras do que é super cool pra próxima estação, mas lembre-se a dica é abrir o guarda roupa e começar a montagem separando as peças mais coloridas do armário, DE PREFERÊNCIA LISAS (esquece a sua estampa de oncinha, a sua camiseta com aplicação de paête e sua calça com estampa de zebra ok?!), e daí você escolhe entre essas peças qual será o ponto evidente do seu look!

Vai lá pintosa se inspira nos look e nos bofes abaixo e tenta glamurizar igual, bjos!

Ah, e depoish comenta aqui pra gente se vc causou ou foi xôxada na boate!

Um super BjoMeChupa,

@Jhonny_be!

Colaborador do blog!


Rapidinha no Cinema #2

E a rapidinha da semana passada rolou? Ainda dá tempo de você aproveitar as dicas do último final de semana, mas se você é esperto e já assistiu os filmes sugeridos, temos três novos lançamentos como dica para este final de semana. Escolha o mais divertido, ou o mais chato (nesse caso leve a magia junto e aproveite o escurinho de outra forma) e se jogue no cinema mais próximo.

Balada do Amor e do Ódio

Do drama histórico à comédia. A trama se desenvolve durante a Ditadura Franco. Soldados invadem um pequeno circo em Madri, onde acontece uma breve batalha, deixando ali um menino órfão, Javier (Carlos Areces). Mais tarde, ele se torna um palhaço, porém, um palhaço triste. Já adulto, se apaixona por Natália (Carolina Bang), acrobata e mulher da principal atração do circo, Sérgio (Antonio de la Torre), que afirma: se não fosse um palhaço, seria um assassino! É o início do conflito dos dois na luta pelo amor da mais bonita e sedutora mulher do circo.

A Árvore da Vida

Com um roteiro que já vinha sendo produzido desde 1970, A Árvore da Vida, de Terence Malick, com Brad Pitt e Sean Penn, mostra a jornada de Jack (Hunter McCracken) desde sua infância até a desilusão da vida adulta, quando decide se reconciliar com o pai. O foco do filme é a relação entre eles. A maior parte da história – que vai desde o Big Bang até o futuro – se passa nos anos 1950. O que se pretende enfatizar é que essa relação familiar é muito mais rica de que podemos enxergar.

Dylan Dog e as Criaturas da Noite

As histórias de quadrinho Dylan Dog saíram do papel e vieram para a telona. Tudo começa quando uma jovem tem o pai assassinado por um lobisomem. O detetive Dylan Dog e seu fiel assistente Marcus enfrentam estranhas criaturas do mundo sobrenatural, entre zumbis e um guardião do inferno. O que rola é muita ação e suspense até o mistério ser desvendado.

Acho digno assistir Árvore da Vida. Não somente por causa do Brad, meu amigo, mas é um filme que está sendo “gestado” desde antes da minha estreia na terra, deve ser muito bom ou então uma grande porcaria, ou seja, em ambos os casos você irá querer falar dele para todo mundo depois.

E vocês? Gostaram de algum? Confiram e me contem!

Beijo, me siga!

@Aniiissima

Jibber Jabber – Saindo da rotina em São Paulo

Faz um tempo que essa expressão está na minha cabeça.
Em um episódio de The Big Bang Theory a Penny brinca com o Sheldon: “oh god, you’re going to jibber jabber about jibber jabbering! rs”. Que em português fica algo como “Oh Deus! Você vai falar abobrinha sobre falar abobrinha! rs”. Acho engraçado a importância que damos as coisas, a nossas atividades diárias e a nossa vida como um todo, elencamos a prioridades baseadas no que a sociedade diz importante, e acabamos deixando nossas ‘abobrinhas’ que nos fariam muito felizes de lado.
O post de hoje é isso: Jibber Jabber para fazer em São Paulo, rs (se é que se enquadra nesse contexto, eu não domino muito o uso de expressões). Sabe tudo aquilo que é imperdível mas que não te adiciona muito do ponto de material, mas te faz extremamente feliz? É isso!

Categoria 1: Paulista e arredores:


– Ler parte de um livro na Livraria Cultura no Conjunto Nacional: essa é uma ‘abobrinha’ que pode render em algo produtivo ou não. Eu normalmente escolho um título que eu não compraria nunca, ou um guia de um lugar que não pretendo visitar, e me sento em um daqueles puffs e embarco na leitura, que quase nunca chega ao fim, mas que me traz várias idéias malucas de coisas que eu poderia fazer. As vezes acabo comprando algo que havia pré-julgado ruim, e as vezes acabo tendo a certeza de que de fato era ruim. O legal é que existem muitas pessoas que fazer isso lá e  as vezes conseguimos novos amigos fora da bolha!
 
– Paulistar ‘sem rumo’: É o complemento do que disse acima, mas a Paulista é grande demais, e se mostra com várias faces e possibilidades de entretenimento, rs. Eu gosto de sair sem rumo, e descobrir o que vou fazer quando chegar lá, talvez encarar um programa cult e visitar várias exposições de artistas que até então eu não conhecia, apreciar um ‘café’ num centro cultural, e refletir sobre o que vejo. Em outros dias eu acabo sentada em um bar, tomando cerveja e discutindo sexo dos anjos com os amigos de amigos que sempre encontramos por lá. Porque sim, lá é imenso, mas é completamente impossível não encontrar um conhecido, ou fazer um.
 
– “Descendo a Rua Augusta a 120km/h”: 120 pode não ser a velocidade, mas é o clima de descer a Augusta, fazer mil coisas de uma vez, se misturar com gente diferente, freqüentar as baladinhas, bares e ser quem você quiser!!! Não vou me prolongar, porque o que acontece na Augusta, fica na Augusta!
 
– Entrar no Itaú Cultural sem ter hora para ir embora: Experimentar uma sobremesa no espaço “Panorâmico” (nome do restaurante/café), e entrar na exposição, literalmente, no Itaú cultural nós fazemos parte do que estiver acontecendo, mais iteratividade impossível, são gostos, texturas, cores e sons que se modificam conforme o visitante.
 
– Comer, comer e comer: Se tem algo de excelente para fazer em São Paulo, é comer, se você quiser comida Tailandesa às 3h00, você pode ter. E a Paulista por ser o coração dessa cidade, traz grande parte das possibilidades que São Paulo oferece, japonesa, chinesa, pastel com caldo-de-cana, alta gastronomia, comida vegetariana, enfim, o seu desejo no dia.

– Se vestir como der na telha e andar pela rua: Encarar um personagem, uma perua bem vestida, ou uma preguiçosa de pijamas…São Paulo é uma selva maluca, com gente de todo tipo, acho incrível como podemos ser quem quisermos aqui e ainda assim passarmos desapercebidos. Experimentar um dia ser o oposto do que você costuma ser.
 
Minha dica para a Paulista é a Casa das Rosas:

Esse é um dos meus dois lugares favoritos no mundo. Foi o presente de casamento do Ramos de Azevedo para sua filha mais velha. A estrutura da casa se mantém, assim como seu jardim, como um espaço de cultura e poesia, em meio a Avenida Paulista. Vale o passeio, principalmente nos meses da primavera onde as roseiras encantam a quem visita.

Categoria 2 ‘urbenando’:

– Assistir um filme de um gênero totalmente fora do seu normal: Ir num Centro Cultural, e experimentar um gênero novo um drama suéco, uma comédia européia, um documentário russo, sair do padrão, daquilo que está sempre a nossa frente. Para isso temos o Centro Cultural Banco do Brasil, o Centro Cultural São Paulo, o Espaço Unibanco, a Reserva Cultural…
 
– Turistagem no estilo ‘expedições urbenauta’: Tem um livro do Eduardo Emílio Fenianos, chamado “Expedições Urbenauta: São Paulo uma aventura radical” que narra a história desse paulistano, que resolveu ser turista na própria cidade. Ele saiu em um carro a ‘urbenave’ visitando todos os pontos, turísticos, ou não da cidade. Essa é uma experiência que pode ser aplicada a qualquer cidade, nós sempre deixamos para depois conhecer o que está perto de nós, e essa é uma experiência que pode ser muito interessante, uma das minhas maneiras favoritas de ‘estourar a bolha’, fazer caminhos diferentes, entrar em ruas que nunca entrei, vistitar museus e atrativos que eu sempre passo em frente, mas nunca presto atenção. Minha dica para os paulistanos vai ser o museu Lasar Segall.

É um museu casa, que o Lasar Segall viveu, onde existem exposições fixas e temporárias de suas obras, além de um cinema. Fica na Vila Mariana, Rua Berta, 111.
 
Espero que tanham gostado das dicas.  E vocês, o que tem de interessante na sua cidade que quase ninguém vê?
Ps.: Na semana que vem tem mais aventuras em Jericoacoara…me aguardem!
BMC!

T.
 
 

Moves Like Jagger

TODOS DANÇA com o clipe de Moves Like Jagger do Maroon 5 feat Xtina.

Quem diria que o Maroon 5 e a floop do pop Xtina fariam um dos mais divertidos singles para dançar de 2011 né.

Um super BjoMeChupa,

@PirulitodBanana

Rapidinha no cinema!

A semana de estréias no blog ainda não terminou. A terceira Banana’s Writter a integrar nossa equipe é a Ana Paixão! A Ana trará para nós as novidades do cinema semanalmente, para que você possa fazer a escolha certa na hora de convidar aquele corpo magia para dar uma “rapidinha no cinema”. Confira o post da Ana, dê sua opinião, afinal é o leitor que decide quem fica e quem sai da equipe!

Super BjoMeChupa,

@Pirulitodbanana 

Rapidinha no cinema!

Quero dizer que estou muito feliz por estar aqui! Agradeço ao Pirulito e a vocês por me receberem no blog!  Se vocês me aceitarem estarei sempre aqui aos finais de semana para dar dicas de cinema! Essa coluna é justamente para deixá-los antenados sobre os principais filmes e lançamentos da telona!

E para que nossa primeira rapidinha seja bem gostosa e marcante, hoje vamos conferir três filmes que estreiam nesse final de semana. Escolha o seu, chame o corpo magia e divirta-se.

Melancolia

É um típico filme de ficção científica, tendo em seu elenco Kirsten Dunst, Charlotte Gainsbourg, Kiefer Sutherland, Charlotte Rampling. Um planeta chamado Melancolia está prestes a colidir com a Terra, o que resultaria em sua destruição por completo. O desespero causado pela anunciação do desastre faz com que Justine (Kirsten Dunst), que está celebrando seu casamento com Michael (Alexander Skarsgard), se reaproxime de sua irmã Claire (Charlotte Gainsbourg) que, até então, havia se afastado com o tempo.

Os Smurfs

Animação e aventura! É o que prometem essas minúsculas criaturas azuis que vivem escondidas na floresta até serem descobertas pelo malvado feiticeiro Gargamel e serem obrigados a fugir através de um portal mágico. As pobres criaturinhas que marcaram a infância de muita gente vão parar no Central Park, em Nova Yorque, mas precisam voltar para a vila na floresta antes que Gargamel os encontre.  Saiba mais aqui.

Quero Matar Meu Chefe!

Sua chefe é uma ninfomaníaca tarada? Seu chefe é um psicopata manipulador? Seu chefe é um idiota mau caráter? O enredo conta as dificuldades que três amigos enfrentam em relação aos seus respectivos chefes até se unirem para enfim eliminá-los! No elenco: Jamie Foxx, Colin Farrell, Jennifer Aniston, Jason Bateman, Julie Bowen, Charlie Day, Kevin Spacey, Isaiah Mustafá. Cheirinho de comédia boa, não acham?

E aí, gostaram?

Eu vou de Quero Matar meu Chefe! (Nada pessoal, Rsrsrs!) E vocês?

Beijo, me siga!

@Aniiissima

Rihanna vira rainha de escola de samba

Hoje é dia de mais uma estréia aqui no blog, agora é a vez do Banana Writer João Henrique dar o ar da graça e do seu humor caricato para gongar o mundo da música e das celebridades, dar dicas de moda e beleza e o que mais surgir na cabeça dele. Após o texto do João deixe seu comentário, afinal é você que decide se o João vai ou fica!

Super BjoMeChupa,

@PirulitodBanana

Por João Henrique – colaborador do blog!

Sabe criança que passa o batom da mãe e canta no espelho?! Que sonha em um dia ser uma grande diva do pop, ter um lindo namorado e viver feliz pra sempre?! Então, eu era assim!

Mas aí com 12 anos eu descobri que tinha um treco pendurado no meio das pernas que me impedia de ser a mulher que sempre quis! E depois disso passei o resto dos meus dias amargurado, tacando pau em tudo que vejo pela frente e xoxando a cara da sociedade com meu ácido humor e apurado senso crítico! Música, clipe, tendências, amores, fashionismo tudo pra mim é motivo de piada e será colocado em questão sobre o ponto de vista de meu ótimo bom gosto!!!!

                                                                 BRINKS!!!!
Cê jura que eu já ia chegar detonando e chocando no meu primeiro post, no blog do nosso amigo tripé e que todo mundo queria levar pra casa???!!! Claro que não né pintosinhas, é tudo só brincadeira (menos a parte que nosso amigo é tripé – to alejado até hoje!).  Mas agora a parte séria, vai ser uma delicia viajar com todo mundo pelas novidades que rolam por aí e de certa forma deixar todo mundo “antenado” nas tendências. E é claro, ajudar você a ter assunto e cultura na hora de tentar fazer a linha fatal com aquele bofe que sempre quis catar!!!

Tá animada e preparada pra finalmente saber o que tem de bom nessa vida?! Então gata abre essa cabeça e vamos juntas decifrar o que presta e o que não presta nesse mundo internáutico! E para começar já faço a louca e grito aos quatro ventos:

Please STOP the music!

E quando a gente achava que graver com a Neide Spears e voltar com o espancador Cris Brow era o máximo que Rihanna poderia descer fomos pegos de surpresa pela confirmação abaixo:

 RIHANNA É A NOVA RAINHA DE BATERIA DA GRANDE RIO!

rainha de escola de samba

BRINKS!!!!!


A fofa foi flagrada RALANDO O TCHAN, ESCANGALIANDO A TCHECA E INDO ATÉ O CHÃO numa paradãn dos EUA. Olha só a notinha babadeira que o site da QUEM? Publicou:

Rihanna, que vem ao Brasil em setembro para uma série de shows incluindo o Rock in Rio, apareceu como “rainha” da grande parada chamada de Kadooment Day, um feriado equivalente ao Carnaval na ilha caribenha de Barbados, nesta segunda-feira (1).

Durante o desfile, a musa ensaiou passos sensuais apenas de biquíni com brilhos, fez caras e bocas e não largou sua caneca de cerveja caribenha um minuto sequer. Em julho, ela virou ‘embaixadora do turismo’ do local para aumentar o número de viajantes à sua terra natal.

Sobre a carreira musical, ela disse ao site “Gossip Center” que já está trabalhando em seu sétimo álbum de estúdio, o sucessor de “Loud” (2010), com os produtores Sham “Sak Pase” Joseph e Verse Simmonds.”

rihanna

 

Não sei o que me preocupa mais:

– O desarranjo entre a neca do Dum Dum e o edy da Rihanna

– A cor de água de Xuca do cabelo da gatãn

– A participação especial da Adriana Bombom na foto do lado direito

– O figurino Valério Araújo de nossa querida cantora que curte um sadomazô!

rihana nua pelada

É minha gente, e você ai xoxando a Valesca Popozuda… tsc tsc tsc! E olha que o estagiário da QUEM até tentou melhorar a matéria falando do próximo CD da gata…

Será que Rihanna topa participar da “A FAZENDA 5”?! Vamos aguardar!

Jhonny

Estourando a bolha!

A partir de hoje, o blog do Pirulito de Banana passará a ter posts escritos por colaboradores. Os “Banana’s Writers” como foram batizados escreverão sobre dicas de viagem, relacionamento, mundo da música, celebridades, comportamento e televisão. Hoje, é a estréia da Talitta Araujo, a T. Ao final do texto deixe seu comentário sobre a coluna da Talitta, afinal são os leitores do blog e não o Pirulito que decidirão quem fica e quem sai da equipe!

Um super BjoMeChupa,

@Pirulitodbanana

É tudo uma questão de tempo!

Para nos adaptarmos a novas experiências, novos lugares e enfim nos enfiarmos em nossa nova zona de conforto. É isso o que sempre procuramos, uma zona de conforto, uma bolha na qual podemos nos privar de sentimentos e sensações incômodas, mas que consecutivamente nos impede de vivenciar coisas boas.
E é assim que eu chego aqui no blog, estourando sua bolha e escrevendo um texto um pouco diferente do que você normalmente encontra por aqui, e você deve estar se perguntando, quem é essa menina? Mas essa não é uma pergunta que se responda com facilidade, com o tempo vocês vão descobrir quem sou, e decidir se gostam ou não.
Eu tenho alguns propósitos e temas para trazer aqui, mas gostaria que fosse algo muito interativo, com idéias e histórias de todos que quisessem participar. Eu vou começar hoje com uma história muito minha, que inicia minhas de dicas de viagens.

"O resto é mar..." Apenas um dia comum em Jeri!

O dia em que estourei a minha bolha!

Eu moro em São Paulo, não na cidade propriamente dita, mas na metrópole. Levava uma vida comum, recém-formada na faculdade, batalhando projetos para engatar a carreira, cheia de planos, dúvidas e incertezas, e com uma vida amorosa bem complicada. Eu acho que esse momento pode ser comparado com o limbo, quando tudo começou a desmoronar sob os meus pés e eu recebi um ‘tweet’: “Quer trabalhar no Ceará? Pergunte-me como!”, a primeira impressão foi rir, pois eu, o auge da patricinha urbana nunca me lançaria numa aventura dessas. Mas a vida não andava cheirando a flores, o trabalho estava mal, a vida pessoal uma bagunça e cada vez menos coisas me prendiam a essa minha zona de conforto que eu já nem sei há quanto tempo existia.

 Dois meses depois lá estava eu, naquele vôo em direção a Fortaleza, sozinha, rumo a uma terra em que eu não conhecia ninguém, da qual eu não sabia o que esperar. Horas e horas depois desço de uma jardineira no meio de tanta areia e com um calor que eu nunca havia vivenciado: Jericoacoara!

O que eu fiz lá? Isso é uma outra história!

XOXO
T.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: