Arquivo para a categoria ‘Fica a dica’

Melhores apresentações do Grammy 2015!

O Grammy 2015 entrou para a história como a edição que reuniu as melhores apresentações de todos os tempos. A premiação contou com performances de grandes múmias da música como Paul McCartney e Madonna, e de recém chegados ao mundo do pop como a Ariana Grande. Reveja as principais performances da noite.

1. Lady Gaga e Tony Bennett – Cheek to Cheek

Lady Gaga mostrou ao mundo que não precisa de estravagância para deixar todos boquiabertos, bastou um microfone para ela mostrar mais uma vez que, ao contrários de muitas, ela é uma diva do pop que sabe cantar.

2. Adam Levine e Gwen Stefani

Adam Levine e sua parceira no The Voice Gwen Stefani seguiram a linha Ariana Grande de performar versões mais dramáticas de suas canções.

3. Sia – Chandelier

Destaque para a genialidade da Kristen Wiig durante a apresentação.

4. Katy sem grammy Perry

A festa é tão democrática que até quem nunca ganhou pode cantar. Diferente do colorido que lembrou o programa fantasia do SBT, Katy preferiu o branco na sua apresentação que tinha por objetivo conscentizar sobre a violência doméstica. Boatos que Rihanna curtiu isso. Como o youtube é malvado, você terá que conferir a apresentação no site do Perez Hilton.

5. Beyoncé

Ela levou três prêmios com o albúm de nome super criativo: Beyoncé. Assim como a Katy Perry, ela aproveitou a White Sale da H&M e vestiu branco para a sua apresentação. Agora que ela é uma mãe de família, nada de perereca no chão, e sim à música gospel. Sua apresentação fez toda a igreja aplaudir de pé.

6. Ed Sheeran

Por que ele é loiro, de olhos azuis e canta bem.

7. Rihanna, Kanye West e Paul McCartney

Apresentação incrível, mas queríamos dizer que temos saudades da época que a Riri passava fome e lançava um single por semana para sobreviver. Te amamos Riri.

8. Madonna

A segunda múmia mais antiga do pop(achamos que ela só pede para Cher, certo?)  veio mostrar para as novinhas como é que se faz. Madonna performou Living for Love. O clipe da música foi lançado nesta semana no snapchat. P.s.: Se você samba no inglês não deixe de rir com as crentes americanas mostrando às relações entre a apresentação e o satanismo.

Um super BjoMeChupa!

@pirulitodbanana

Anúncios

Os melhores da Copa do Mundo!

O sonho do hexacampeonato no Brasil acabou, a copa também. O clima da copa ainda permanece pelos próximos dias com as tradicionais premiações de melhor jogador, melhor zagueiro, artilheiro da copa, análise de porque ganharam e porque perderam e por aí vai. É claro que não poderíamos ficar de fora das análises pós mundial, e por isso, chegou a hora de vocês nos ajudarem a eleger o melhor jogador da Copa do Mundo – Brasil 2014! Claro que o melhor jogador para nós é aquele que combina com a cama do nosso quarto, afinal atleta bom é atleta gostoso! Confira o nosso time com os melhores da copa e escolha o seu favorito.

Andrea Barzagli – Itália

Alexander Kerjakov – Rússia

Carlos Bocanegra – Estados Unidos

César Azpilicueta – Espanha

Daley Blind – Holanda

David Luiz – Brasil

Howard – Estados Unidos

Hummels – Alemanha

Immobile – Itália

Jesus Navas – Espanha

Lavezzi – Argentina

Mario Götze – Alemanha

Matthew Ryan – Austrália

 Miguel Veloso – Portugal

Marchisio – Itália

Oliver Giroud – França

Orestis Karnezis – Grécia

Roman Burki – Suíca

Romero – Argentina

Vedran Ćorluka – Croácia

Deixe nos comentários o nome do seu jogador favorito que iremos fazer um post especial com o jogador mais bonito da Copa do Mundo 2014! E Dilma, se você quiser se reeleger é melhor garantir que tenha copa do mundo todo ano aqui, que nós amamos receber os gringos por aqui.

Um super BjoMeChupa,

@Pirulitodbanana

Homem é tudo igual

Com toda certeza você já deve ter ouvido da sua mãe, amiga, tia ou avó que não se deve sofrer por homem nenhum, afinal, homem não presta, homem é tudo igual. Você homem também deve ter falado que se homem é tudo igual, por que as mulheres escolhem tanto? Também já deve ter ouvido que gay é menos homem que hétero, que eles são mulherzinhas e menos merecedores do pênis que possuem. A partir destas duas teorias resolvemos fazer uma longa análise do comportamento humano, testes de laboratório e cálculos em super computadores para verificar a veracidade delas. Primeiramente, derrubamos a teoria de que só por ser gay, um homem é menos homem do que outro. A nossa segunda surpresa, foi que homem, gay ou hétero, é tudo igual, só muda o nome, o rg e o saldo na conta bancária. A bichinha pão com ovo, a passiva da academia, o taradão do MMA, o Luan Santana, o Silvio Santos e a travesti da rodovia são todos iguais. Duvida disso? Então conheça as sete constatações de que homem é tudo igual.

tudoigual

1. Torcedores fanáticos

Se tem uma coisa que homem adora é ser torcedor. Os héteros por seus times de futebol e os gays por suas divas do pop. É bem comum entre as rodas de conversa no início da semana você ouvir: “Meu time é o melhor do mundo, já temos o brasileirão, a libertadores e agora o mundial. Estamos em primeiro da tabela, e bla bla bla”. Troque a orientação sexual deste homem e ele estará falando: “Minha diva é a melhor. Grammy, VMA, Billboard, itunes, estamos liderando tudo. Que ahazo! E bla bla bla.” Se a diva ou o time não estiverem bem, eles seguirão falando do passado glorioso que tiveram, falando dos inúmeros prêmios ganhados e de como essa história inspiradora o faz gostar tanto do time/diva. Passivas enlouquecidas são capazes de sair no tapa numa discussão entre Lady Gaga e Britney, assim como saem no soco os torcedores das organizadas.

gagafa

2. Só é romântico e sensível quando lhe convém

Flores, jantar romântico, whatsapp carinhoso, curtida no facebook e capinha nova para o iphone. Um homem é capaz de fazer de tudo para conquistar alguém, comer e abandonar no dia seguinte. Na verdade, tanto gays quanto héteros só são românticos ou carinhosos quando lhes convém, no mais não passam de sedutores baratos que só querem o teu corpo.

Os 10 sintomas da paixão!

3. Todo homem trata com xingamentos seus amigos

Basta dois homens, amigos de longa data se encontrarem que começa a série de troca de gentilezas: “Quanto tempo seu corno, filho de uma rapariga, viado sem vergonha do caralho. Como você tá?”. Essa sutileza de tratamento também é repetida pelos gays, que ao encontrarem uma bee amiga já saem falando: “Travestiii como a senhora está? Dando muito sua biscate arrombada?”. Se você ver dois homens se cumprimentando normalmente, com um oi seguido de aperto de mão ou abraço tímido pode apostar que a relação entre eles não passa de um coleguismo.

4. Drama Queens

Um prova de que Deus é sábio é que em engravida é a mulher. Vocês já pensaram em um homem tendo dores de parto? Se tem um ser nesta natureza que não sabe sentir dor e que faz um drama gigantesco até quando está gripado é homem. Gay, hétero, bissexual não importa, bateu a dorzinha de cabeça correm tudo para o colo da mãe.

dor

5.  Fetiches com a classe operária

Homem tem um “carinho” especial por subalternos. Secretárias, empregadas domésticas, babás e atendentes e afins fazem parte do imaginário sexual masculino desde os primórdios dos tempos.  A classe proletária também é a preferida dos gays: pedreiros, mecânicos, auxiliar de serviços gerais e outros broncos são os preferidos das bees também. Ambos não podem ver um uniforme que saem correndo atrás.

empregada

6.  Todos machistas

O machismo ainda impera em nossa sociedade e muitos homens desconsideram e rebaixam as características femininas. Mulher é fraca, mulher só reclama, mulher só quer saber de futilidades, mulher gosta de fofoca, mulher só pensa em gastar em roupas e salão e por aí vai. No mundo do arco íris a coisa não é muito diferente,  na ânsia de heteronormatizar a relação, a passiva vira o alvo do machismo dos demais que negam a todo custo que dão o brioco e saem falando que passiva só reclama, só quer saber de futilidades, gosta de fofoca e só pensa em gastar em roupas e salão. Enfim, ser mulher nesse mundo não é fácil.

afeminado

7.  TRA ou CAL?

Para os homens das classes mais baixas e que possuem pouca escolaridade não resta muita opção, ou é “cal” ou é “tra”. As pão com ovo acabam no call center das operadoras, já para os heterozinhos resta trabalhar com o cal na obra. Os que escapam do call center ou do cal fino acabam na linha de produção: para os héteros a linha das metalúrgicas e para os gays a linha de produção dos fast foods. Aqueles que fogem desde perfil profissional e buscam uma vida mais fácil terminam nos becos como travesti ou traficante.

E você, concorda de que homem é tudo igual? Conhece algum outro fator que comprova esta teoria ou acha que isso é mais uma teoria da conspiração? Conta para nós, afinal opinião é igual bunda e tem mais é que ser dada.

Um super BjoMeChupa,

@Pirulitodbanana

Saiu a trilha sonora de “A Culpa é das Estrelas”

The Fault In Our Stars - The Dauntless Queen

Foi divulgada no finalzinho da semana passada a lista das músicas que irão compor a trilha do sonora de um dos filmes mais aguardados, “A Culpa é das Estrelas”, e pelo o que podemos ver, a trilha não deixará nada a desejar e ajudará mais ainda a platéia a se afogar em um mar de lágrimas durante o filme. Confira abaixo a lista completa:

Jake Bugg – “Simple As This”

Grouplove – “Let Me In”

Birdy & Jaymes Young – “Best Shot”

Kodaline – “All I Want”

Tom Odell – “Long Way Down”

Charli XCX – “Boom Clap”

STRFKR – “While I’m Alive”

Indians – “Oblivion”

The Radio Dept. – “Strange Things Will Happen”

Afasi & Filthy – “Bomfalleralla”

Ray LaMontagne – “Whitout Words”

Birdy – “Not About Angels”

Lykke Li – “No One Ever Loved”

M83 – “Wait”

Bonus track: Birdy – “Tee Shirt”

Lembrando que algumas dessas músicas já podem ser encontradas na internet.

E aí, o que vocês acharam? Esperavam alguma outra banda? Tinham alguma música em particular que gostariam que estivesse na trilha? Deixe sua opinião aí em baixo e acompanhe o PB para mais novidade sobre “A Culpa é das Estrelas

Bella Alves Garcia

Referências em Capitão América 2

Já assistimos à “Capitão América 2: O Soldado Invernal” e eu não sei quanto de vocês estão familiarizados com o termo “blowed mind“, mas é exatamente assim que o espectador sai do cinema, traduzindo, sai ao mesmo tempo querendo gritar, correr, chorar e ficar deitado no chão em posição fetal. O segundo filme do herói hiper patriota estreou essa semana por aqui e já lotou salas do Brasil inteiro, além de estar no topo em todos os países em que tiveram o uniforme coladinho do Capitão estampando suas bilheterias.

[SEM SPOILER] Esse segundo filme do Capitão trás o que podemos esperar, e o que foi divulgado pelos chefões da Marvel anteriormente, como um filme mais adulto, com um cunho mais sério e sem tantas piadas como a trilogia Homem de Ferro e os filmes dos Vingadores e do Thor. Aqui as piadas ficam por conta do humor ácido do Nick Fury (Samuel L. Jackson), a zoa por parte da Viúva Negra (Scarlett Johansson) e agora o novo amigo da galera: Sam Wilson, a.k.a Falcão Negro, interpretado pro Anthony Mackie. Se trata de um filme mais adulto até mesmo pela linha que a história segue, as cenas de ação de tirar o fôlego e pela presença do novo vilão, o tal Soldado Invernal.

AVISO: A PARTIR DAQUI O TEXTO CONTÉM SPOILERS! ESSA É A SUA ÚLTIMA CHANCE, NÃO VENHA COM MIMIMI DEPOIS!

PRIMEIRO SPOILER (que talvez não seja tanto um spoiler, depende o quanto você conhece da história): o tema desse filme gira, quase que por completo, em torno de confiança e liberdade. Até onde podemos confiar em um amigo e até onde aquele amigo confia em nós, e por outro lado, qual é o verdadeiro sentido de liberdade, o que significa essa liberdade que nos vendem ? Essas são as indagações que Steve Rogers faz e são as mesmas que o levam à uma exibição o homenageando. Lá, além da sua história de vida, o personagem pode relembrar os amigos com quem lutou durante a guerra, há uma ala só para contar a sua amizade com o Bucky Barnes, o único soldado que chegou a morrer durante a missão e que era o seu melhor amigo. Algum tempo depois no filme a identidade do Soldado Invernal é revelada e BOOM: BUCKY BARNES!

Para quem não sabia dessa reviravolta na história é um choque e tanto, mas para quem já conhece a história do Capitão América sabe que esse é só o começo do novo Bucky Barnes, que irei discutir lá no final do post.

Agora vamos às algumas referências maravilhosas que esse filme nos mostrou e que já sinalizam o que será a fase 3 da Marvel.

1) Stark, Stark, Stark

Em todo esse seu conflito de confiança, Capitão América encosta Nick Fury na parede e pede para ter acesso a mais informações da S.H.I.E.L.D. além de outras coisas. O segundo decide então mostrar uma área da Agencia que o Capitão ainda não conhecia: o Projeto Insight, que consiste em uma nova espécia de caças para abatimento rápido de ameaças e 3 porta aviões GIGANTES, capazes de coletar informação e detectar uma ameaça antes mesmo que ela possa se concretizar (oi pra Minority Report), e Fury diz que a construção desses porta aviões foi facilitada pela ajuda de ninguém mais, ninguém menos que Tony Stark. Pra quem lembra, em Vingadores Tony fez a turbina do avião da S.H.I.E.L.D. voltar a funcionar voando no meio dela. Já a segunda referência, vemos a Torre Stark já reformada após sua destruição em Vingadores, o que nos leva à 3 referência Stark que estão ligadas por um mesmo fio: o algorismo Zola.

Durante todo o seu discurso, Zola conta como sobreviveu e a mentalidade da nova HYDRA para isso cita o Soldado Invernal sendo responsável por diversas mortes, incluindo a de Senhor Stark Pai. Quando Steve Rogers e Natasha vão interrogar o agente da HYDRA infiltrado na S.H.I.E.L.D., Jasper Sitwell, ele diz q o algorismo será responsável por matar qualquer um que seja ameaça aos planos da HYDRA, e é nesse momento que a torre de Tony aparece magnânima, mas também…

2) Doutor Estranho, ou Stephen Strange

Enquanto Sitwell explica melhor o que seria o algorismo Zola, ele solta os nomes Tony Stark, Stephen Strange e Bruce Baner como maiores ameças. Essa simples menção ao nome do mais conhecido Doutor Estranho, o neurocirurgião com poderes mágicos do Universo Marvel, é muito mais do que uma referência, é a própria Marvel dizendo: “Tó, seus nerds! O filme do Doutor Estranho vai sair já já e vocês vão chorar com a nossa fase 3, seus bunda mole!”. Claro que fiz pouquíssimas adaptações ao discurso Marvel, como vocês puderam notar. Pouquíssimas. INDO PARA A PRÓXIMA REFERÊNCIA:

3) A Lista do Capitão América

Logo no começo do filme somos apresentados a Sam Wilson, quem já simpatiza com o Rogers e no final da conversa entre Steve e Sam, que se tornaria mais tarde o Falcão Negro, o último diz para procurar uma música de Marvin Gaye que foi trilha do filme homônimo à música. Mas como os irmãos Russo, diretores do filme, não são meros diretores e tiveram uma criação dentro de filmes cheios de referências históricas e culturais, eles mesmos decidiram fazer as suas em Capitão América 2, sendo a menção da música de Gaye uma referência na verdade ao filme que conta a história de um homem acusado por um criem que não cometeu e foge tanto da polícia quanto dos vilões, mas que consegue reconhecer o bem e o mal nos dois lados. Parece familiar?

Aliás, cada país recebeu uma “lista”, a do Brasil contava com os itens “Ayrton Senna” “Xuxa” “Mamonas Assassinas”; a dos EUA, com o seriado “I Love Lucy”, “Muro de Berlim”, “Steve Jobs (Apple)”,  “Disco” e “Pouso na Lua”; da Inglaterra continha “TV Show – Sherlock”, “Os Beatles”, “Final da Copa do Mundo (1966)”, “Sean Connery”. O AC/DC aparece na lista da Austrália.

4) Aula de História

Como eu disse no tópico anterior, os irmãos e diretores rechearam esse filme de referências históricas e culturais, duas delas chamaram atenção, uma bem mais que a outra. A primeira é na cena em que Natasha coloca o pendrive no computador central, que antes não sabíamos ser o Zola, e parece uma frase “Shall we play a game?”, ou na tradução livre “Vamos jogar?” (desculpa, eu acabei assistindo legendado e não sei como apareceu na tela dublada). Essa frase faz alusão ao filme Wargame de 1983, sobre a Guerra Fria. A Viúva Negra ainda tenta explicar, mas o Capitão é curto e grosso e já tasca um “Eu sei, eu assisti esse filme”.

Já a segunda referência histórica está mais escondidinha, pra ser mais precisa, no apartamento de Steve Rogers. Quando Fury invade o apartamento de Rogers por ser o local seguro que precisava para se esconder, temos o que chamam de “stablishing shot”, cenas rápidas para o interlocutor saber e se familiarizar com o ambiente onde irá se passar o dialogo, nisso conhecemos melhor o apartamento do Capitão e ali na sua estante está o livro “Never Surrender”, a autobiografia de um dos maiores atores das Forças Especiais dos EUA e cabeças da CIA, William Boykin. Boykin foi uma figura controversa na história americana, completamente mergulhado na Guerra ao Terror e responsável pela frase “O que você está preparado para dar à América? Você estaria prestes a pagar o preço mais caro [preço de uma vida]?”. Bem Steve Rogers, bem Capitão América.

5) O Colar da Viúva Negra

Como o Gavião Arqueiro não aparece nesse filme a própria atriz Scarlett Johansson decidiu fazer uma leve homenagem: um colar com uma flechinha. Bem sutil e escondido, assim como o relacionamento da Viúva Negra e Gavião Arqueiro. O que nos deixa a dúvida: será que Gavião não apareceu porque está cuidando dos assuntos da S.H.I.E.L.D na Europa, hein? Deixaremos essa discussão para mais tarde.

6) Peggy Carter x  Sharon Carter

Nesse filme fica ainda mais evidente o afeto que Steve nutria e nutre por Peggy Carter, e até mesmo o papel que ela teve na elaboração da S..H.I.E.L.D., mas outra peça entra nesse quebra cabeça amoroso: a agente 13, ou mais conhecida como a vizinha enfermeira de Steve. Depois de se apresentar como Agente 13 e incumbida da proteção de Rogers, a agente diz seu nome: Sharon Carter. Oi? Coincidência? Destino? Marvel sendo zoeira? Não se sabe ainda qual sera a relação entre as duas Carters e se o próprio senhor de 95 anos se possibilitará ter uma relação.

7) A lápide de Nick Fury

Essa foi a referência mais emblemática do filme, a que me fez querer ajoelhar no chão e chorar depois que me toquei o que tinha acontecido naquele momento. O shot que mostra a lápide de Fury é meio rápido então possivelmente muitos não conseguiram perceber o peso daquilo, então vamos lá. A citação que está na pedra em inglês é “The path of the righteous man. Ezekiel 25:17.” e essa, meus caros, é uma das falas de Jules Winnfield, Pulp Fiction, também interpretado por Samuel L. Jackson…

Darei um momento aos senhores para digerir essa informação e chorarem.

Acabou o momento.

8) Stan Lee e o criador do Soldado Invernal

Já é de praxe Stan Lee fazer uma pequena aparição nos filmes da Marvel, então não poderia faltar uma em Capitão América 2 e dessa vez sua aparição ficou a cargo do roubo do uniforme vintage do Capitão América. Ele como segurança do museu dizendo que seria demitido por aquilo ❤ ❤ ❤  Mas essa não foi a única aparição de um responsável pela história, Ed Brubaker, criador do Soldado Inverval e escritor da história que dá base ao filme, mostra sua pessoa querida como um dos cientistas da HYDRA. Quando Pierce, interpretado por Robert Redford, pede para apagarem novamente a mente de Bucky Barnes, aquele senhor rechonchudo que acopla a máquina à cabeça de Bucky é o Sr. Brubaker.

E agora chegarei com os dois pés no peito. Até aqui foram spoilers leves, dependendo da sua ciência ao arco da história, mas a partir desse ponto as duas próximas e últimas referências já são um gancho para Vingadores 2 e o que pode ser a fase 3 da Marvel em diante.

 9) Os Gêmeos

Quem conhece os filmes da Marvel e tem o mínimo de paciência, sabe que existe dois curtas após os créditos, um referente ao próximo filme do Universo Marvel e um sobre o próximo filme daquele personagem. Então vamos ao primeiro e o que vimos. Vimos o septo de Loki em poder do Barão Wolfgang von Strucker, o que nos liga ao próximo lançamento Marvel: Os Guardiões da Galáxia, por ser uma das relíquias, mas na cena seguinte nos são apresentados “os gêmeos” e aí entra a beleza do Universo Marvel gigantesco. 

“Mas quem, caralhadas, são esses dois loucos?!” Nos quadrinhos eles são Mercúrio e Feiticeira Escarlate, filhos de Magneto, sim, o mutante badass de X-men, mas em Hollywood nada é tão fácil e os direitos dos mutantes pertence à Fox Studios e, a saída que a Marvel encontrou para coloca-los na mesma história sem ter que passar por processo judiciais foi a referia “Era dos Milagres”, ou “Age of Miracles” como o Barão chamou. Os gêmeos serão milagres (mutantes) agora resta saber se induzidos e não de nascença como na história dos X-men. Nos quadrinhos os irmãos começam como vilões que fazem parte do grupo malvado de mutantes, mas após trabalhar com o Capitão América e os Vingadores, são chamados para fazer parte do grupo de super heróis.

Já vazaram algumas imagens e vídeos da Feiticeira trabalhando lado a lado com o Gavião Arqueiro (talvez um dos motivos que ele não tenha aparecido em Capitão América 2?) e seu irmão Mercúrio. Algumas filmagens só dos irmãos foram rodadas na Itália. Quando Fury se despede de Steve e Sam ele diz que irá para a Europa procurar mais membros da HYDRA. Pronto, gancho formado.

10) O Futuro de Steve Rogers, Bucky Barnes e Brock Rumlow

Essa pode ser a mais atordoante para alguns leitores que não estão familiarizados com a HQ, então aqui vai o último aviso: HÁ A MORTE DE UM DESSES DOIS, SE VOCÊ NÃO QUER SABER PARE AQUI E AGORA!

Quando o filme acaba, vemos o Soldado salvando o Capitão, mas ao invés de retornar para seus mestre, o assassino vai se recobrar de seus sentimentos. O último curta pós créditos é Bucky indo ao mesmo museu que Steve e tenta relembrar quem foi em sua outra vida e quem aquele louro bombado significava apar ele.

10.1) Chris Evans tem contrato assinado com a Marvel para 6 filmes, sendo que 4 desses já aconteceram (Capitão América 1, Vingadores 1, Capitão América 2 e Vingadores 2) o que deixa lastro para a tão comentada fase 3 da Marvel: Vingadores 3 e Capitão América 3. E depois disso? O que acontecerá com o Cap.? Bom, Sebastian Stan, o ator que faz Bucky Barnes tem contrato assinado para OITO FILMES, sim, a Marvel já estava se cobrindo. Quem leu as HQs sabe como e porque a Marvel se cobriu. O Capitão América Steve Rogers morre, e pelas mãos do Ossos Cruzados que já nos foi apresentado. Sim, o agente da HYDRA, Brock Rumlow quando é retirado dos escombros já com sua face deformada e as faixas do seu uniforme cruzadas é uma insinuação ao que será a vestimenta do vilão daqui pra frente.

“Mas se Steve morre, quem assume depois? 😥 “, seu melhor amigo, Bucky Barnes. Após a morte de Rogers, o posto de Capitão não pode ficar vazio, então Barnes assume o uniforme e escudo, que os diretores já deixaram a dica quando os dois amigos estão lutando no meio da rua e o Soldado poe as mãos no escudo.

Captain America: The Winter Soldier

Bom, o texto foi beeem longo, mas tentei puxar 10 das inúmeras referências que existem no filme. Se você achou mais alguma comente aí em baixo, se não achou mas agora consegue lembrar das que leu, comente também aí em baixo. Mas se você, teimoso, odeia spoiler e leu o texto e agora tá querendo me bater, desculpa, eu moro longe e você não vai conseguir.

Fiquem espertos que terão mais posts sobre o Universo Marvel em breve!

Beijos!

Bella Alves Garcia

Momento desespero ou piada interna?

(mais…)

Os 10 passos para a cura gay!

Enquanto a população estava  participando das manifestações em prol de um país mais justo, ético e solidário. A Comissão dos Direitos Humanos da Câmara dos Deputados, presidida pelo amado e querido Marcos Feliciano, aprovou o projeto de lei da cura gay. Nas redes sociais e nos protestos, a “cura gay” foi duramente criticada. Teve gente que até se exaltou, sem saber que a aprovação na comissão não torna o projeto lei, só o qualifica para ser avaliado em duas outras comissões antes de ser analisado no plenário da câmara, ou seja, resta esperança.

Nós do Pirulito de Banana resolvemos dar uma investigada, e para a alegria de uns e tristeza de outros, constatamos: a cura gay existe e o próprio Feliciano é resultado dessa terapia. Confira o tratamento que, em dez passos, promete devolver sua heterossexualidade e garantir uma enorme prole de netos para sua mãe.

marco feliciano, vanessão, cura gay

1. Deletando as divas do pop da playlist e esquecendo suas coreografias.

O primeiro passo rumo ao heterossexualismo conciste em fazer uma limpa em seu tablet, celular, mp3 e notebook. Nessa limpeza você deverá excluir todas as músicas de cantoras do pop internacional. Toda e qualquer cantora que você conheça e a chame de diva deverá ser excluída. Além de evitar ouvir essas músicas, você deve parar de assistir seus clipes, que podem conter corpos masculinos malhados que incentivam a promiscuidade. Você também não é uma gazela bailarina, portanto nada de decorar e fazer as coreografias dos singles. No lugar escute sertanejo, rock pesado, samba e um bom pagodinho, músicas ideais para conquistar uma pirigueti.

girl gone wild

2. Fale sempre no MASCULINO.

É muito comum nesse meio da promiscuidade os homens tratarem seus amigos passivos no feminino. Assumir sua masculinidade é algo que começa nas pequenas coisas, por isso, a partir de agora toda vez que você se referir a você e a outras pessoas que possuam um pênis utilize artigos e palavras no gênero masculino. Feminino agora só para quem tem a coisa que você mais gosta: ppka!

3. Evite alimentos com formatos sugestivos.

Na metade do tratamento, podem surgir crises de abstinências fortíssimas. Nessa fase evite o contato com alimentos como pepino, mandioca, cenoura, nabo e banana. O formato desses alimentos pode lembrar um pênis, e num ato de loucura causado pela crise você pode querer ingerir esses alimentos pelo buraco errado.

pepino no cu

4. Diga oi ao invés de olá.

Um homem jamais cumprimenta um brother com olá, pois soa muito feminino. Passe a utilizar dae, firmeza, tamo junto, oi em ocasiões mais formais, mas nunca solte um olá seguido de um sorrisinho oferecido.

5. Adote uma rotina de atleta.

Homem que é homem é másculo. Praticar esportes é bom para manter a mente longe de recaídas, além de lhe dar uma aparência mais masculina, reforçar tua pegada e diminuir seus traços delicados. Lembre-se: estão PROIBIDOS esportes que envolvam vestiários, volei ou que possuam um nome que lembre a viadagem como spinning, power jump, cooper e pilates. UFC também não é recomendado pois, as posições da luta são as mesmas do kama sutra gay, na dúvida puxe ferro e jogue um futeba. Só lembrando que roupa de academia é camiseta velha e shortão mostrando o volume da jeba, nada de lycra coladinha e tecido antitranspirante.

gay-gym

6. Trate seu lado espiritual.

Parte do processo de cura gay se dá também na vida espiritual das pessoas. Macumbaria, dispachos, inveja e maldições podem ter recaído sobre tua vida e é por isso que agora você está andando com uma pomba gira na cabeça. Participe de sessões de descarrego, cultos evangélicos e ore bastante para que sua vida seja liberta.

7. Mude seu guarda roupa.

Jogue fora calcinhas, camisas de gola V, roupas de marcas famosas, fashionistas e tendências internacionais. Hétero só usa uma roupa de gay/tendência depois de dois anos de lançamento. Use roupas largas, calças jeans, camisetas com borda de suor no suvaco (axila só gay e mulher que têm). Esqueça as combinações, os looks do dia e as revistas de como um homem deve se vestir. Cores claras ou berrantes também estão proibidas.

Jaqueta de couro

8. Abandone as buatchys.

Homem que é homem não vai pra buatchy, não sai para dançar, nem para curtir uma diva. A partir de agora você vai pra balada ou pra night para dar um cutuco nas minas e rever os parcero. Samba, pagodão e um bom sertanejo pra dançar roçando nas novinhas estão liberados. Beber drinks com os amigos está proibido, mas tomar uma breja com os parça está liberado.

9. Inicie um namoro com uma lésbica masculina.

Namorar uma lésbica masculina vai ajudá-lo no processo de transição de deixar de gostar de homens e passar a gostar de mulheres. A lésbica masculina parece um homem, só que tem periquita. Isso faz com que você se acostume com a presença de vaginas e seios na relação sexual. Caso você não encontre uma lésbica em processo de cura para namorar e um ajudar o outro, utilize o método 5 contra uma: inicie com cinco homens e uma mulher na cama, a cada encontro tire um homem até que sobre você e ela na fornicação.

19mmar2013---thammy-miranda-posa-para-a-revista-joyce-pascowitch-1363703386789_300x420

10. Se torne um pastor midiático e se candidate a deputado federal pelo PSC.

Se você conseguiu seguir os passos anteriores, já pode comemorar e sair pelo mundo dando o seu testemunho sobre o tratamento. Entre para uma igreja evangélica, tenha um programa de bençãos na televisão, filie-se ao PSC e, se tudo der certo, você poderá ser o sucessor do nosso querido e amado Marquinhos.

A cura gay é possível, basta querer. Marque uma festa de arromba para fazer sua despedida da vida de promiscuidade e venha se tratar. Se os médicos e psicólogos atestarem que seu estágio da doença está avançado e não tem reversão, daremos todo o apoio jurídico para que você consiga sua aposentadoria por invalidez no INSS.

Um super BjoMeChupa,

@PirulitodBanana

LEIA TAMBÉM:

CINEMA E O DIREITO DAS MINORIAS

9 “SINTOMAS” GAYS

E ESSA TAL DITADURA GAY?

FELICIANO, MALAFAIA, JOELMA E MUITO AMOR.

SHERLOCK HOLMES – “Smart is the new Sexy”

Eu nunca fui muito fã de seriados. Nunca soube ao certo o porquê. Na verdade acho que sempre fui meio avessa aos comentários virais nas redes sociais sobre coisas como The Walking Dead, House, The OC (mimimimi). Nem de Friends eu gosto. Buuuuut ok. Chegou um dia em que meu namorado insistentemente me fez assistir os dois filmes que contam a saga do detetive Sherlock Holmes, interpretado o nosso amigo e Iron Man, Robert Downey Jr .

 1

Mais clássico e no estilo bang-bang, os dois filmes de Sherlock Holmes foram minha iniciação a paixão pelo detetive.

Mais clássico e no estilo bang-bang, os dois filmes de Sherlock Holmes foram minha iniciação a paixão pelo detetive.

Dai você se pergunta: e o que tem a ver os filmes do Sherlock Holmes com o fato de eu odiar séries? Te explico. Depois de assistir esses dois filmes e escutar um milhão de comentários  do meu namorado (que é louco por séries) sobre como a atuação de Robert Downey Jr  era milimetricamente perfeita para decorar as cenas de dedução do personagem, ele me desafiou: existe um seriado e, deste, você vai gostar.

Virgem em seriados (e viciada em novelas das 21h) e depois de muito relutar, dei uma chance a ele. Em menos de uma semana ele tinha as duas (e unicas) temporadas do seriado inglês SHERLOCK, cujo protagonista é interpretado pelo caricato Benedict Cumberbeatch .

 sherlock

Fascinante. Bastou o primeiro episódio para que eu me entregasse ao incrível enredo. A atuação de Benedict me trazia a sensação de que eu estava em Londres e de que tudo era real.  A performance de  Martin Freeman, na pele de John Watson (elementar!) não deixava por menos. A quimica dos dois personagens era só mais um ingrediente de sucesso do seriado. As expressões de Benedict  me davam a impressão de que ele era o próprio Sherlock.

As cenas de dedução e de recomposição dos casos solucionados pelo detetive dão um show a parte. Textos longos, falados sem qualquer (ou nenhuma pausa), fazendo com o que eu me prendesse em cada palavra dita e, se perdesse qualquer parte, me fazia voltar e rever toda a cena. Isso, sem falar na edição. A medida em que Sherlock vai deduzindo as pistas dos crimes, palavras aparentemente desconexas vão surgindo na tela, em planos e tamanhos diferentes, como se pudéssemos ler a mente do personagem e desvendar com ele, cada detalhe da cena.

sherlock holmes

A edição das cenas de dedução de Sherlock espalham seus pensamentos pela tela, nos fazendo acompanhar cada trecho da sua linha de raciocínio.

A atuação de Freeman não fica pra trás. Um médico de guerra que, sem saber (e quase sem querer) acaba totalmente envolto na solução dos crimes que Sherlock se dispõe a  “ajudar” a policia. Whatson tenta levar uma vida normal, mas, inevitavelmente – e a cada episódio mais – vai aperfeiçoando seu poder de dedução, influenciado por Holmes.

Confesso que, depois de alguns episódios, cheguei a considerar que os dois personagens pudessem ter algum tipo de “relação afetiva”.  Acho, inclusive, que os próprios criadores do seriado, Mark Gatiss e Stevem  Moffa  chegaram a cogitar esta hipótese. Mas, não passam de impressões. Em algumas cenas – recorrentes, inclusive-  Whatson faz questão de dizer as pessoas que não é gay e que não namora Sherlock.

A aproximação de John Watson e de Holmes chegou a confundir o publico do seriado sobre o quão gays eles seriam.

A aproximação de John Watson e de Holmes chegou a confundir o publico do seriado sobre o quão gays eles seriam.

Entrando no aspecto de relacionamentos, inclusive, Whatson parece o unico a querer firmar sua masculinidade. Tenta -frustradamente – se relacionar com inúmeras mulheres durante a série, mas esbarra sempre em um dos seus maiores obstáculos, Sherlock Holmes. O detetive, altamente auto-suficiente, não demostra qualquer sentimento por qualquer coisa. Morte, amor, amizade. Nem mesmo ao irmão, o preocupado Mycroft – interpretado, inclusive,  por um dos criadores (Mark Gatiss)  – ele demostra qualquer tipo de expressão. E isso torna a série por vezes cômica, mostrando as inúmeras maneiras que Mycroft usa para proteger seu irmão.

Mycroft Holmes, ao contrário do irmão, utiliza suas habilidade com a dedução para ajudar o governo britânico.

Mycroft Holmes, ao contrário do irmão, utiliza suas habilidade com a dedução para ajudar o governo britânico.

Falando em comicidade, acredito que o que mais me envolveu em SHERLOCK foi a mistura dos momentos de tensão com os de comédia. A impaciência, arrogância e falta de sentimentos e expressões de Sherlock Holmes, misturada à incrível atuação de Cumberbatch, traz o equilíbrio perfeito entre o risível e o assustador. A confiança do detetive e a sede por novos casos a serem solucionados envolvem qualquer um. É como se o medo e a tristeza simplesmente não existissem em alguém.

Sherlock nu, no Palácio de Buckingham

Sherlock nu, no Palácio de Buckingham.

Bem como o amor. Na verdade, ao contrário de seu fiel escudeiro Watson, Sherlock só demostra “atração” por alguém em um dos episódios da série. Irene Adler, interpretada pela incrível Lara Pulver é uma Dominatrix que “atende” homens poderosíssimos e acaba na mira de criminosos quando possui informações que não podem vazar. Acaba, como no filme, se tornando o único “affair” de Sherlock Holmes.

Irene vestindo sua melhor roupa em seu primeiro encontro com o detetive.

Irene vestindo sua melhor roupa em seu primeiro encontro com o detetive.

Outro sentimento que o intocável Holmes acaba demonstrando na série é a amizade por John Watson. Era de se esperar, visto que o roomate do detetive, mesmo que distante, está presente em todos os casos. Chegam até a serem presos juntos. (que meio gay, mas ok)

Sherlock e seu....BFF, John Watson.

Sherlock e seu….BFF, John Watson.

O clímax do seriado está em Moriarty, interpretado por Andrew Scott. O vilão, tão – ou até mais – inteligente e dedutivo que Sherlock, não faz a linha “vilão que se dá mal”. A grande motivação e distração da sua vida é fazer Sherlock desvendar seus enigmas (que envolvem mortes, subornos, pessoas inocentes, bombas e até invasão em todos os sistemas de segurança de Londres).

Destaque para as cenas de diálogo entre os dois. Uma troca de frases de efeito, recheadas de indiretas, e, posteriormente, pistas que nos levarão aos próximos passos de Moriarty, compõe cenas agradáveis em que os dois parecem velhos amigos de infância.

“Todo conto de fadas tem seu vilão” – Moriarty para Sherlock durante um café da tarde.

“Todo conto de fadas tem seu vilão” – Moriarty para Sherlock durante um café da tarde.

A questão é:  o que acontece quando acaba a criatividade e a paciência de Moriarty com Sherlock?

S10

O seriado – bem como sua trilha sonora IMPECÁVEL-  acaba deixando um enorme gosto de quero mais. Fato. Fiquei decepcionada quando, ao final do ultimo episódio da série, meu namorado me disse que a terceira temporada estava sendo gravada e tinha previsão de lançamento para Dezembro de 2013 (OMG!) ????. O final é completamente cheio de pontas soltas. Minha reação ao assisti-lo foi ???? ACABÔ?

E foi assim. Nos dias que se seguiram cheguei a ver um ou dois episódios de Elementary (o seriado americano sobre Sherlock Holmes) mas, definitivamente não é a mesma coisa – a começar pelo fato de que Watson é interpretado pela Lucy Liu (essa mesma, a japinha das Panteras). Mas, isso é assunto pra um próximo post.

Elementary e a Lucy Watson.

Elementary e a Lucy Watson.

Se interessou? Por enquanto a série só passa na BBC – e não no Brasil 😦 – Se você (como meu namorado), quiser comprar as duas temporadas de SHERLOCK, elas custam em média $100 (as duas) e podem ser encontradas em livrarias ou compradas online.

E pra quem ficar apaixonado pela história (e pelo LINDO do Benedict Cumberbatch – que estará em breve nos cinema em Star Trek 2) pode conferir tudo no blog Sherlock Brasil.

Eu indico, super vale a pena!

Espero que tenham gostado da dica.

Beijão!

Rayssa Almeida, colaboradora do blog.

Wikibier Festival

Bera, ceva, cervejinha, bereja, loira… não importa o nome que você dê ao falar da cerveja, o fato é que a décadas ela é a principal desculpa para celebrar a amizade, festejar a vitória do seu time de futebol, acompanhar a conversa fiada do bar e ultimamente, com a ascensão das long necks, sensualizar na balada.
O universo cervejeiro vai muito além das principais marcas comercializadas e que possuem praticamente o mesmo sabor. Os mestres cervejeiros possuem um vasto catálogo de sabores, tipos de fermentação e ingredientes que tornam o hábito de tomar uma gelada (e às vezes, quente mesmo) muito mais prazeroso.
Quem entende do assunto e aprecia uma boa cerveja já deve saber que no próximo sábado, 01/09, Curitiba recebe novamente o Wikibier Festival. O festival reúne em um só lugar gastronomia, música e mais de 120 rótulos de cervejas. São produtores e bebedores reunidos para  celebrar a cultura cervejeira.
No WikiBier você poderá degustar os mais variados sabores de cervejas. Para acompanhar a bebida você poderá optar pelos famosos petiscos de bar e se quiser fazer a linha cult poderá escolher entre pratos pensados pelo chef Ricardo Teruchkin que harmonizam com a cerveja. Entre um gole e um petisco, os participantes do festival poderão curtir os shows das bandas Uh La La, Gente boa da melhor qualidade, Confraria da Costa e do lendário Chucrobillyman.

Ficou com vontade? Quer entrar DE GRAÇA no festival?

Participe da Concurso Cultural “Cerveja combina com…” enviando um tweet para o @wikibierfest completando a frase “Cerveja combina com…”.

As 20 melhores frases irão ganhar um ingresso para o evento.  A equipe do Pirulito de Banana escolherá os vencedores!
Só não esqueça de que além de mandar o tweet você precisa seguir o perfil do evento e curtir o seu facebook, assim você aproveita para entrar no clima da festa!
Participe agora, quem sabe essa promoção seja a última chance de você garantir sua presença nessa edição, já que os ingressos a venda já esgotaram três lotes!
O festival é a nossa principal dica para o final de semana, já que bebendo todo mundo fica bonito! E crianças, podem pegar o Todynnho, pois a promoção é só para maiores de 18 anos.

Nos vemos no Wikibier.

Um super BjoMeChupa,

@PirulitodBanana

 

Os 10 sintomas da paixão!

Ai que saudades de escrever para vocês, mas sabem como é gente rica: nós tiramos meses de férias e não só alguns dias que mal dão para aproveitar a praia regada à farofa com a família.

Para remover todas as teias de aranha do blog não bastava só o trabalho do Pirulito de Banana, mas sim da nossa querida colaboradora Talitta, a T.,  que também andava por ~uns caminhos malucos da vida~.  Hoje eu e ela, resolvemos escrever sobre os 10 sintomas da paixão. Afinal todos precisamos vigiar nossas ações para que possamos evitar essa doença que parece gostosa, mas que arrasa com a vida de todos.

1. Negar que se está apaixonada.

A “amiga da prima da T.” estava nessa fase a pouquíssimo tempo, negava até o último fio de cabelo que estava apaixonada pelo Fulano. E o pior além de negar a paixão, usava de desdém para falar do garoto: “ Ai, imagina que eu ia gosta dele, guri mó idiota e além de besta é feio.”  Mas como quem desdenha quer comprar era comum observar a guria dizendo: “ai ele adora esse sanduíche, ai ele vai adorar esse bar, ai essa música tocou no dia que eu conheci ele” e por aí vai.

2. Ver tudo lilás!

Tudo para quem está apaixonado é mais bonito. Lágrimas escorrem em propaganda de carros e cerveja, elogia e faz ownnn quando vê casal de mendigos na rua, lota as mensagens das redes sociais de coraçãozinhos e roda a playlist mais melada do mundo em seu celular. Nessa fase você pode ver como anda a relação dos dois pombinhos pela grau de melosidade das músicas ouvidas, Adele costuma funcionar com pé na bunda ou amor não correspondido.

casal de mendigos

3. Se aproximar dos amigos que estão namorando

Muitos dos amigos que temos acabam se afastando quando começam a namorar, fato que ocorre da mudança da vida mundana e promíscua de solteiro para uma vida de promiscuidade a dois. A pessoa apaixonada começa a buscar o convívio desses amigos que estão namorando para pegar dicas da vida de casal e quem sabe ser convidada para programas onde ela tenha que levar o pretendente para não virar uma vela.

4. Achar que a outra pessoa te ama e te quer só porque ela sorriu ao dar bom-dia.

O relacionamento tem essa parte que habita o mundo subliminar, principalmente no começo, as pessoas com medo de se exporem demais, acabam tentando adivinhar o que o outro diz, e vem em um simples bom dia, uma mensagem de convite para passar o resto da vida juntos!

coração, celular, foto

5. Achar que a pessoa não te quer mais só porque ela demorou 14 minutos e 37 segundos para responder um sms.

Ainda nesse campo obscuro de nossas mentes, alguns minutos depois de uma mensagem enviada são suficientes para causar uma revolução na cabeça da pessoa. Como mente vazia é oficina de satanás ela jamais irá pensar que o celular ficou sem bateria ou que a pessoa não pode ver a mensagem naquele momento. Na mesma hora ela irá imaginar com que outra o fulano está na cama, no que ela fez para deixar o fulano magoado ou porque seu coração foi brutalmente despedaçado agora ela sofre mais uma decepção amorosa.  A vantagem nesses casos é sempre do fulano, não importa o que ele diga depois, basta inserir um “=)”  na mensagem que funcionará.

6. Não ver mais graça em sensualizar na night e nas redes sociais

Esse sintoma geralmente vem disfarçado por frases do tipo, cansei da balada, sempre as mesmas pessoas e músicas, agora eu quero um barzinho sossegado para curtir com meus amigos. Senta lá! A pessoa pode até sair, entrar na internet, mas aquele pegador(a) começará a se contentar em não pegar ninguém e a dizer que “só vim para dançar”.

O estágio seguinte dessa fase, se for mesmo paixão e o ‘lance’ der certo é os programas de promiscuidade serem substituídos por romantismo a dois. Se a pessoa nunca aparecer com ninguém e continuar na desculpa de só vim para dançar ou hoje não vou sair, tenho que estudar das duas uma: ou ela não tem dinheiro ou então se adaptou à vida de encalhada e está se preparando para se tornar uma tia.


7. Ser possuído por espíritos de vozes estranhas que falam coisas indecifráveis quando vê a pessoa amada.

É só a pessoa amada aparecer pra sair algo do tipo: oi meu cutifofinhobobinho nha nha nha xuxu da mamãe. Sem dúvida nenhuma esse é o sintoma mais brega de todos, e que TODO mundo acha ridículo quando não está apaixonado, mas todo mundo acaba caindo nessa uma vez ou outra, e quando chega nessa fase,  já não há mais volta.

8. Achar que toda música de amor foi feita para você.

Sintoma super clássico, me lembro da minha professora de português da 5º série, ao abordar o tema adolescência, para dizer que estávamos entrando nessa fase. Ela dizia que em breve estaríamos apaixonados, e todos aqueles poemas do romantismo, e músicas que achávamos bregas, iam parecer escritas para nós. Sábia Profa. Miyoko!

 9. Trocar a companhia de amigos por programas de casal

Esse sintoma pode vir ou não acompanhado do “deixar de sensualizar na balada”.  Pessoas que atingem esse nível já estão prestes a mudar o status de relacionamento no facebook. Agora todos os amigos perdem a graça se a pessoa amada não estiver junto, ou então ocorre a troca, ela deixa seus amigos de lado e passa a conviver com os amigos do amado, uma vez que com eles o amor estará sempre presente.

10. Achar que será infinito e imaginar os dois bem velhinhos de mãos dadas e se amando.

Toda pessoa apaixonada acha que será infinito e eterno, boba ela né. Esse sintoma se caracteriza pela imaginação da pessoa que começa a ver como serão os filhinhos dos dois: os olhos do pai, o cabelinho da mãe, o nome das crianças. Se for gay já imagina como será o flat dos dois e que raça de cachorrinho irão ter e por aí vai. As visões do futuro incluem ainda imaginar os dois velhinhos de mãos dadas caminhando e lembrando do tempo em que eles se apaixonaram. Quando esse sintoma se manisfesta já era, o melhor a fazer é se jogar de cara no relacionamento e torcer para que a paixão vire amor e os dois vivam felizes enquanto durar.

amor, paixão

Ownnn pra esse post né! Tem coisa mais irritante que gente apaixonada à nossa volta? A T. defende que a felicidade deles nos contagia, por isso é bom ter gente apaixonada à nossa volta, eu discordo, geralmente vomito quando à muita melação à minha volta. E vocês, o que acham dos sintomas da paixão e quais já causaram sofrimento para vocês?

Um super BjoMeChupa para todos os apaixonados e os de coração peludo de plantão. É muito bom estar de volta! Aguardem as próximas novidades!

@PirulitodBanana e T.

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: