Arquivo para a categoria ‘Uncategorized’

Homem é tudo igual

Com toda certeza você já deve ter ouvido da sua mãe, amiga, tia ou avó que não se deve sofrer por homem nenhum, afinal, homem não presta, homem é tudo igual. Você homem também deve ter falado que se homem é tudo igual, por que as mulheres escolhem tanto? Também já deve ter ouvido que gay é menos homem que hétero, que eles são mulherzinhas e menos merecedores do pênis que possuem. A partir destas duas teorias resolvemos fazer uma longa análise do comportamento humano, testes de laboratório e cálculos em super computadores para verificar a veracidade delas. Primeiramente, derrubamos a teoria de que só por ser gay, um homem é menos homem do que outro. A nossa segunda surpresa, foi que homem, gay ou hétero, é tudo igual, só muda o nome, o rg e o saldo na conta bancária. A bichinha pão com ovo, a passiva da academia, o taradão do MMA, o Luan Santana, o Silvio Santos e a travesti da rodovia são todos iguais. Duvida disso? Então conheça as sete constatações de que homem é tudo igual.

tudoigual

1. Torcedores fanáticos

Se tem uma coisa que homem adora é ser torcedor. Os héteros por seus times de futebol e os gays por suas divas do pop. É bem comum entre as rodas de conversa no início da semana você ouvir: “Meu time é o melhor do mundo, já temos o brasileirão, a libertadores e agora o mundial. Estamos em primeiro da tabela, e bla bla bla”. Troque a orientação sexual deste homem e ele estará falando: “Minha diva é a melhor. Grammy, VMA, Billboard, itunes, estamos liderando tudo. Que ahazo! E bla bla bla.” Se a diva ou o time não estiverem bem, eles seguirão falando do passado glorioso que tiveram, falando dos inúmeros prêmios ganhados e de como essa história inspiradora o faz gostar tanto do time/diva. Passivas enlouquecidas são capazes de sair no tapa numa discussão entre Lady Gaga e Britney, assim como saem no soco os torcedores das organizadas.

gagafa

2. Só é romântico e sensível quando lhe convém

Flores, jantar romântico, whatsapp carinhoso, curtida no facebook e capinha nova para o iphone. Um homem é capaz de fazer de tudo para conquistar alguém, comer e abandonar no dia seguinte. Na verdade, tanto gays quanto héteros só são românticos ou carinhosos quando lhes convém, no mais não passam de sedutores baratos que só querem o teu corpo.

Os 10 sintomas da paixão!

3. Todo homem trata com xingamentos seus amigos

Basta dois homens, amigos de longa data se encontrarem que começa a série de troca de gentilezas: “Quanto tempo seu corno, filho de uma rapariga, viado sem vergonha do caralho. Como você tá?”. Essa sutileza de tratamento também é repetida pelos gays, que ao encontrarem uma bee amiga já saem falando: “Travestiii como a senhora está? Dando muito sua biscate arrombada?”. Se você ver dois homens se cumprimentando normalmente, com um oi seguido de aperto de mão ou abraço tímido pode apostar que a relação entre eles não passa de um coleguismo.

4. Drama Queens

Um prova de que Deus é sábio é que em engravida é a mulher. Vocês já pensaram em um homem tendo dores de parto? Se tem um ser nesta natureza que não sabe sentir dor e que faz um drama gigantesco até quando está gripado é homem. Gay, hétero, bissexual não importa, bateu a dorzinha de cabeça correm tudo para o colo da mãe.

dor

5.  Fetiches com a classe operária

Homem tem um “carinho” especial por subalternos. Secretárias, empregadas domésticas, babás e atendentes e afins fazem parte do imaginário sexual masculino desde os primórdios dos tempos.  A classe proletária também é a preferida dos gays: pedreiros, mecânicos, auxiliar de serviços gerais e outros broncos são os preferidos das bees também. Ambos não podem ver um uniforme que saem correndo atrás.

empregada

6.  Todos machistas

O machismo ainda impera em nossa sociedade e muitos homens desconsideram e rebaixam as características femininas. Mulher é fraca, mulher só reclama, mulher só quer saber de futilidades, mulher gosta de fofoca, mulher só pensa em gastar em roupas e salão e por aí vai. No mundo do arco íris a coisa não é muito diferente,  na ânsia de heteronormatizar a relação, a passiva vira o alvo do machismo dos demais que negam a todo custo que dão o brioco e saem falando que passiva só reclama, só quer saber de futilidades, gosta de fofoca e só pensa em gastar em roupas e salão. Enfim, ser mulher nesse mundo não é fácil.

afeminado

7.  TRA ou CAL?

Para os homens das classes mais baixas e que possuem pouca escolaridade não resta muita opção, ou é “cal” ou é “tra”. As pão com ovo acabam no call center das operadoras, já para os heterozinhos resta trabalhar com o cal na obra. Os que escapam do call center ou do cal fino acabam na linha de produção: para os héteros a linha das metalúrgicas e para os gays a linha de produção dos fast foods. Aqueles que fogem desde perfil profissional e buscam uma vida mais fácil terminam nos becos como travesti ou traficante.

E você, concorda de que homem é tudo igual? Conhece algum outro fator que comprova esta teoria ou acha que isso é mais uma teoria da conspiração? Conta para nós, afinal opinião é igual bunda e tem mais é que ser dada.

Um super BjoMeChupa,

@Pirulitodbanana

O dia que eu vi um exú na balada.

Em um sábado que parecia ser como qualquer outro, fui para a buatchy. Era aniversário de um amigo, e fomos praticamente em uma caravana da alegria.

Nesse dia eu ri como se não houvesse amanhã, conheci umas pessoas novas divertidíssimas , e ouvi cada história, aliás, antes de chegar na minha vou contar essa outra:

Esse rapaz, recém conhecido por mim, acaba de sair do armário. Cresceu na igreja, vivia na castidade, chegou a ser noivo de uma garota.  Depois de terminar o noivado, por uma dessas coisas loucas da vida, um amigo que apresenta uma amiga, que apresenta uma amiga, acabou saindo com essa garota. Ela era meio espevitadinha, já entrou no carro começando os trabalhos orais, vale lembrar que isso tudo era muito inédito para ele. Enfim, chegaram no Mc, e ela toda maluca, quis brincar de pega-pega, e na hora da coisa em si, fez vários pedidos malucos, mas o que acabou sendo a piada da noite foi “me chama de vaca!”, ele falou um vaca super tímido, e ela “me chama de vaca que nem homem”, mal sabia ela, hahaha.

Voltando, música boa, pista bombando, um chamando o outro de Vaca sem parar, e eu com a minha saúde frágil tive uma queda brusca de pressão, e fui para a enfermaria. Já estava melhor, só esperando ficar bem para sair, e entram dois caras:

–  Ele tem a pressão alta, não pode beber, bebeu e agora está passando mal!

Os enfermeiros colocam ele sentado. Verificam a pressão e dizem que está 22×16. Todos se chocam. O doente começa a fazer um barulho estranho com a garganta, colocam um balde entre as pernas dele, pois parece que ele vai vomitar. Está todo mundo prestando atenção nele e assustado por como está a pressão. Ele começa a rir estranho, uma risada que vem bem de dentro, forte.

Do nada ele se levanta, e começa a fazer uma coisa que parece um ciscado, cruza a mão nas costas meio torcidas, com aquela risada, e pronto, começa a encorporar um Exú.

Meu amigo ficou assustadíssimos, e saímos rapidamente.

E você, já teve alguma experiência espiritual/esotérica na balada?

BMC,

T.,

Colaboradora do blog.

JÁ VIVEU ALGO CURIOSO NA BALADA? ENVIE SUA HISTÓRIA PARA pirulitodebanana@gmail.com E PARTICIPE DA NOSSA COLUNA.

Trazemos seu amor (próprio) em três dias!

Hoje é dia de um novo começo, meu começo por aqui. Vou junto com o Pedro, dar dicas e conselhos de relacionamentos e pitacos na vida de vocês. Mas aí, vocês se perguntam, quem sou eu na buatchy para dar conselhos? Por isso, decidi que no primeiro post, vou me apresentar, e mostrar um pouco do meu país das maravilhas, dividindo também um pouquinho da minha vida para vocês darem palpite também!

Baseada no empirismo da minha vida, acabo de constatar a veracidade de uma das frases populares mais famosas -escrevo assim bonito porque a frase é meio chula, rs.

Já dizem os sábios que “amor de p… quando bate fica“, um blog bem famoso, que dava dicas de relacionamentos para mulheres, sempre citava o dito amor de p… e eu, sentia um certo distanciamento dessa realidade, pois mesmo minhas paixonites de uma via só, sempre surgiram de uma admiração que mesclava com o jeito de ser da pessoa. Até que eu conheci ‘ O Gigante do Ceará’.

Estava aproveitando o descanso e a vida boa nas minhas férias pelo litoral cearense e me divertindo com os amigos, fazendo festa, passeios, só alegria, mas queria um amor de verão, rs. Acabou que rolou um ‘só por uma noite’, e eu fui informada disso antes mesmo do oi, pois logo depois das apresentações fui avisada de que iria embora no dia seguinte. Ele é um espécime local, e vocês já devem ter escutado aquela lenda urbana sobre os dotes do povo daquela região, tudo verdade!

O ato como um todo foi incrível, o cara tem habilidades com todas as partes do corpo que interessam, mãos ágeis, boca ágil, e o resto…Ahhhh, o resto foi simplesmente surpreendente. Eu me senti querida, desejada, bonita, enfim tudo que uma mulher espera nessas horas, e que normalmente eu só consigo com um grau de intimidade, de conhecimento. Fui embora com aquela sensação boa, de paixonite instantânea, sabe?

Voltei para São Paulo com as melhores memórias possíveis, das férias em que eu tive meu primeiro “amor de pica”! Mas faço o que com esses suspiros? Com essa vontade de mandar mensagens? Com essa paixonite? Considerando essa distância e na verdade o fato de não conhecer o alvo da paixão de verdade?

Meu auto-conselho foi, seguir em frente, desencanar, isso só pode ser hormonal, rs. Pensando racionalmente, isso não tem porque ser mais do que foi. Já se passaram quase 20 dias, e eu ainda sonho, e imagino o reencontro com “O Gigante do Ceará”, mas sei que se passasse para a fase dois, ia acabar sendo uma porcaria, e deixaria de ser minha história fofinha de férias.

noiva_stressada

AHHH ESSAS MULHERES! Era para a Alice só se apresentar e falar que na sexta feira, dia 22/06, estreia aqui no blog do Pirulito de Banana o “Consultório Sentimental”, mas mulher não sabe ser objetiva, tem que dar voltas, contar a história do pinto gigante cearense, perguntar se a mãe tá boa e tudo mais logo na primeira apresentação. Enfim, ódio de gente que pega intimidade em menos de três minutos e já sai arreganhando a vida. Eu sou o Pedro e junto com a Alice estarei dando um choque de realidade nas pessoas que andam perdidas em seus relacionamentos, seja o relacionamento com os pais, irmãos, amigos, namorado, marido e coisas do gênero. Sou especialista em consertar a vida amorosa alheia, enquanto a minha, bom a minha não interessa a vocês neste momento. Acredito sim no amor, mas até agora não o vi, vejo gente que se acomoda e se acostuma com o outro, que empata a sua vida e a vida da pessoa “amada” em vez de partir para a felicidade. Sou racional demais, desconfiado demais, mas sou gente boa.

Juntos nós vamos tentar devolver o seu amor próprio em três dias,  comentando para cada situação relatada a visão feminina dada pela Alice e a versão masculina (e mais sensata) feita pelo Pedrão aqui! Para nos consultar basta você mandar sua história de amor mal resolvido, coração partido, depressão-pós-pé-na-bunda, amizade traída e etc etc etc pro e-mail  pirulitodebanana@gmail.com. O PB repassa sua história para nós e depois você vê o estrago que causaremos em sua vida aqui.

Um sincero beijo,

Pedro e Alice,

Alice e Pedro!

Tudo é Rouge!

Depois de oito anos separadas as meninas do Rouge, Karin, Aline, Patrícia que agora é Lissah e Fantine se reuniram para lançar um novo single que faz parte do programa Fábrica de Estrelas do Multishow! Antes de ser lançada oficialmente no programa, o single dançante da única  girl band de sucesso do Brasil, “Tudo é Rouge” vazou na internet. 

Confira o novo sucesso do Rouge:

Gostaram?

Um super BjoMeChupa,

@PirulitodBanana

Estamos de volta!

Depois de merecidas férias, ou de um período de pura preguiça mesmo, o Pirulito de Banana volta as atividades de seu blog repleto de novidades! Além do novo layout, novas categorias passarão a fazer parte da nossa pauta de posts, conheça-as:

Humor de Segunda: O bom e velho humor de segunda categoria, politicamente incorreto está de volta numa era onde rir do peidinho do amigo é sinal de bullying, afinal é de polêmica que a gente gosta!

O que é bom a gente desenterra: O que seria da nossa Luisa Marilac se alguém não desenterrasse seu vídeo de 2010? Quantos hits, baphos e tendências nos matam de saudades? Quanta coisa boa de verdade a gente tem para esfregar na cara dessa geração que acha que o Justin Bibier é o rei do pop? No “o que é bom a gente desenterra” nós iremos atrás de tudo aquilo que foi e ainda pode ser bapho!

“Conexão!”: A primeira websérie do blog do Pirulito de Banana! Uma trama repleta de mistérios, perigo e beijo na boca em 12 episódios.

De frente com o PB: o perfil detalhado de anônimos e famosos do twitter.

#Reflita: comportamento, relacionamento e redes sociais, bullying esses e outros temas que fazem parte do nosso dia a dia tratados da nossa maneira, com as nossas palavras.

Colunistas: Especialistas em diversos assuntos escrevendo especialmente para você, leitor do PB!

E não se preocupe, as categorias que já faziam sucesso, como o nosso quadro de entrevistas: “No sofá com o Pirulito” e o nosso “SAC do Pirulito” continuam.

Se jogue nas novidades e faça do Pirulito de Banana sua dose diária de diversão.

Um super BjoMeChupa,

@Pirulitodbanana.

Anote na agenda!

Dia 1° de maio termina o período de férias do blog. Novo layout, novas categorias e frequência diária de posts, tudo feito e pensado para você se divertir! Comece a contagem regressiva, uma nova era está para começar!

Um super BjoMeChupa,

@PirulitodBanana

SOS Serra!

Sensibilizados com a tragédia da região serrana do Rio e com os relatos recebidos de nossos seguidores de Teresópolis e região, nós da equipe do Pirulito de Banana resolvemos nos mobilizar e ajudar, mesmo que de maneira singela, os moradores da região. Por isso, todo o valor arrecadado com publicidade no blog entre hoje até às 22h do dia 18/01/2011 será revertido em doações para a Cruz Vermelha e entidades que estão dando apoio à população da região.

Para você, não custa nada, mas para eles pode fazer toda a diferença.

Um super BjoMeChupa,

@Pirulitodbanana

A prestação de contas do valor arrecadado e doado será feito aqui no blog e twitter.

Dicas para o twitter #1

Hoje, o @PirulitodBanana inicia uma série de posts com dicas úteis para dar um up em seu twitter. Não, não estou falando de sites com scripts para aumentar seus followers, mas sim de ferramentas como jogos, agendas, analisadores de estatísticas, tudo para que vocês aproveitem ainda mais o tempo entre um tweet e outro.

Twitter Analyzer

Com o TwitterAnalyzer é possível descobrir os principais dados de um perfil do twitter. Como ele você descobre quantos homens e mulheres te seguem, quantos seguidores seus estão online, qual a ocupação deles, em que países eles vivem, com quem você mais conversa, entre outras.

É a ferramenta mais completa para analisar os dados de um perfil. Eu utilizo para conhecer melhor os meus seguidores e assim postar tweets direcionados para meu público fiel.

Tweet Bricks

Já pensou em ler os tweets das pessoas que você segue enquanto joga tetris? No TweetBricks as peças do jogo são formadas pelos avatares e pelos tweets das pessoas que você segue. Você também tem a opção de jogar com o avatar dos seus seguidores, mentions ou citação de uma Hastag, como o #BjoMeChupa.

Twittelembra

Você usa o orkut para lembrar dos aniversários dos amigos? Agenda de papel ou alarme no celular para os compromissos? Saiba que isso é muito 2004. Já pensou em receber um replie ou uma DM lembrando de dar parabéns, que o dia da consulta do dentista chegou, que tem que pagar as contas ou que tem uma reunião com o chefe?

O Twittelembra lhe envia um lembrete dos compromissos que você agenda no site. Com ele você pode transferir sua agenda para o twitter e parar de usar a desculpa de que esqueceu porque estava tweetando. Lembrando que se você preferir receber os lembretes apenas por DM, deverá seguir o @twittelembra.

Na próxima semana vamos aprender a fazer vídeos para o twitter, descobrir quais pessoas que seguimos e que pararam de tweettar a muito tempo e a fazer um mosaico de seguidores.

Não esqueça de deixar seu comentário sobre as ferramentas apresentadas e sugerir as próximas dicas.

Um super BjoMeChupa,

@PirulitodBanana

Como se tornar uma ou um Bananets!

Bananets são os garotos e as garotas que irão semanalmente mostrar sua beleza e conteúdo aqui no blog. Mostrando ao mundo seu poder de sensualização. Melhores que os colírios, paquitas, chacretes e outros grupos que já surgiram, as e os Bananets serão a personificação de palavras como luxo, glamour, poder, sedução e riqueza.

Para se tornar um Bananets do Pirulito de Banana siga os passos:

1. Selecione uma foto de rosto ou corpo todo sua. Sabe aquela foto que você ahaza, que nem sua mãe acredita que a lindeza que está ali é o filho(a) dela. Então, é esta mesma que você deve mandar. Detalhe: ninguém da equipe de seleção é bobinho pra cair em photoshop.

2. Pegue o link do seu twitter e orkut e responda: Por que você merece ser uma ou um Bananets.

3. Junte todas essas infos e mande pro email: pirulitodebanana@gmail.com

Todo sábado o menino e a menina Bananets da semana aparecem aqui no blog e são divulgados durante toda a semana no twitter. No futuro, os Bananets serão agraciados de muitas novidades, basta ficar atento.

Estou esperando seu email. Um super #BjoMeChupa

@PirulitodBanana

Dr. Zilda Arns 25/08/1934 – 12/01/2010

“Fazei como as primeiras comunidades cristãs: ‘Vejam como se amam’. Ninguém se abate ou desanima, pois estão todos conectados numa rede de solidariedade, amor e convívio, se alguém cai todos o ajudam a levantar.”

Hoje abro um parênteses no estilo de postagem do blog para homenagear uma pessoa que foi fundamental na minha formação e que deixou este mundo, no dia 12 deste mês. Dona Zilda Arns deixa esta vida da mesma maneira como sempre a viveu: lutando contra as injustiças sociais e a favor da vida. Tive a oportunidade de ter contato com ela em duas situações e foi com ela que aprendi uma das máximas sobre o reino de Deus: ele é construído por nossas ações, não são palavras, orações, hastags solidárias que mudam o mundo ao nosso redor e sim tirar a “bunda” da cadeira e ir lutar por algo que realmente valha a pena. E foi assim que ela mudou a vida de milhões de crianças pelo Brasil e pelo mundo com a ação da Pastoral da Criança. D. Zilda também ensinou que com o pouco pode-se fazer muito, basta ter vontade de fazer a diferença.

O que fazemos em vida ecoa na eternidade. Seu trabalho, dedicação, carisma e fé serão sempre um modelo para aqueles que acreditam no bem comum.

Ela foi uma das maiores mulheres que este país já teve e deixará saudades. Que Deus ilumine o trabalho dos quase 200 mil voluntários da Pastoral da Criança que continuarão com a missão deixada por sua fundadora.

Saiba mais: Biografia | Pastoral da Criança

Vídeo sobre a Pastoral da Criança:

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: