The Fault In Our Stars - The Dauntless Queen

Foi divulgada no finalzinho da semana passada a lista das músicas que irão compor a trilha do sonora de um dos filmes mais aguardados, “A Culpa é das Estrelas”, e pelo o que podemos ver, a trilha não deixará nada a desejar e ajudará mais ainda a platéia a se afogar em um mar de lágrimas durante o filme. Confira abaixo a lista completa:

Jake Bugg – “Simple As This”  [video]

Grouplove – “Let Me In”

Birdy & Jaymes Young – “Best Shot”

Kodaline – “All I Want”  [video

Tom Odell – “Long Way Down” [video]

Charli XCX – “Boom Clap” [video]

STRFKR – “While I’m Alive” [video]

Indians – “Oblivion”

The Radio Dept. – “Strange Things Will Happen” [video]

Afasi & Filthy – “Bomfalleralla” [video]

Ray LaMontagne – “Whitout Words” [video]

Birdy – “Not About Angels” [video]

Lykke Li – “No One Ever Loved”

M83 – “Wait” [video]

Bonus track: Birdy – “Tee Shirt”

Lembrando que algumas dessas músicas já podem ser encontradas na internet.

E aí, o que vocês acharam? Esperavam alguma outra banda? Tinham alguma música em particular que gostariam que estivesse na trilha? Deixe sua opinião aí em baixo e acompanhe o PB para mais novidade sobre “A Culpa é das Estrelas

Bella Alves Garcia

Já assistimos à “Capitão América 2: O Soldado Invernal” e eu não sei quanto de vocês estão familiarizados com o termo “blowed mind“, mas é exatamente assim que o espectador sai do cinema, traduzindo, sai ao mesmo tempo querendo gritar, correr, chorar e ficar deitado no chão em posição fetal. O segundo filme do herói hiper patriota estreou essa semana por aqui e já lotou salas do Brasil inteiro, além de estar no topo em todos os países em que tiveram o uniforme coladinho do Capitão estampando suas bilheterias.

[SEM SPOILER] Esse segundo filme do Capitão trás o que podemos esperar, e o que foi divulgado pelos chefões da Marvel anteriormente, como um filme mais adulto, com um cunho mais sério e sem tantas piadas como a trilogia Homem de Ferro e os filmes dos Vingadores e do Thor. Aqui as piadas ficam por conta do humor ácido do Nick Fury (Samuel L. Jackson), a zoa por parte da Viúva Negra (Scarlett Johansson) e agora o novo amigo da galera: Sam Wilson, a.k.a Falcão Negro, interpretado pro Anthony Mackie. Se trata de um filme mais adulto até mesmo pela linha que a história segue, as cenas de ação de tirar o fôlego e pela presença do novo vilão, o tal Soldado Invernal.

AVISO: A PARTIR DAQUI O TEXTO CONTÉM SPOILERS! ESSA É A SUA ÚLTIMA CHANCE, NÃO VENHA COM MIMIMI DEPOIS!

PRIMEIRO SPOILER (que talvez não seja tanto um spoiler, depende o quanto você conhece da história): o tema desse filme gira, quase que por completo, em torno de confiança e liberdade. Até onde podemos confiar em um amigo e até onde aquele amigo confia em nós, e por outro lado, qual é o verdadeiro sentido de liberdade, o que significa essa liberdade que nos vendem ? Essas são as indagações que Steve Rogers faz e são as mesmas que o levam à uma exibição o homenageando. Lá, além da sua história de vida, o personagem pode relembrar os amigos com quem lutou durante a guerra, há uma ala só para contar a sua amizade com o Bucky Barnes, o único soldado que chegou a morrer durante a missão e que era o seu melhor amigo. Algum tempo depois no filme a identidade do Soldado Invernal é revelada e BOOM: BUCKY BARNES!

Para quem não sabia dessa reviravolta na história é um choque e tanto, mas para quem já conhece a história do Capitão América sabe que esse é só o começo do novo Bucky Barnes, que irei discutir lá no final do post.

Agora vamos às algumas referências maravilhosas que esse filme nos mostrou e que já sinalizam o que será a fase 3 da Marvel.

1) Stark, Stark, Stark

Em todo esse seu conflito de confiança, Capitão América encosta Nick Fury na parede e pede para ter acesso a mais informações da S.H.I.E.L.D. além de outras coisas. O segundo decide então mostrar uma área da Agencia que o Capitão ainda não conhecia: o Projeto Insight, que consiste em uma nova espécia de caças para abatimento rápido de ameaças e 3 porta aviões GIGANTES, capazes de coletar informação e detectar uma ameaça antes mesmo que ela possa se concretizar (oi pra Minority Report), e Fury diz que a construção desses porta aviões foi facilitada pela ajuda de ninguém mais, ninguém menos que Tony Stark. Pra quem lembra, em Vingadores Tony fez a turbina do avião da S.H.I.E.L.D. voltar a funcionar voando no meio dela. Já a segunda referência, vemos a Torre Stark já reformada após sua destruição em Vingadores, o que nos leva à 3 referência Stark que estão ligadas por um mesmo fio: o algorismo Zola.

Durante todo o seu discurso, Zola conta como sobreviveu e a mentalidade da nova HYDRA para isso cita o Soldado Invernal sendo responsável por diversas mortes, incluindo a de Senhor Stark Pai. Quando Steve Rogers e Natasha vão interrogar o agente da HYDRA infiltrado na S.H.I.E.L.D., Jasper Sitwell, ele diz q o algorismo será responsável por matar qualquer um que seja ameaça aos planos da HYDRA, e é nesse momento que a torre de Tony aparece magnânima, mas também…

2) Doutor Estranho, ou Stephen Strange

Enquanto Sitwell explica melhor o que seria o algorismo Zola, ele solta os nomes Tony Stark, Stephen Strange e Bruce Baner como maiores ameças. Essa simples menção ao nome do mais conhecido Doutor Estranho, o neurocirurgião com poderes mágicos do Universo Marvel, é muito mais do que uma referência, é a própria Marvel dizendo: “Tó, seus nerds! O filme do Doutor Estranho vai sair já já e vocês vão chorar com a nossa fase 3, seus bunda mole!”. Claro que fiz pouquíssimas adaptações ao discurso Marvel, como vocês puderam notar. Pouquíssimas. INDO PARA A PRÓXIMA REFERÊNCIA:

3) A Lista do Capitão América

Logo no começo do filme somos apresentados a Sam Wilson, quem já simpatiza com o Rogers e no final da conversa entre Steve e Sam, que se tornaria mais tarde o Falcão Negro, o último diz para procurar uma música de Marvin Gaye que foi trilha do filme homônimo à música. Mas como os irmãos Russo, diretores do filme, não são meros diretores e tiveram uma criação dentro de filmes cheios de referências históricas e culturais, eles mesmos decidiram fazer as suas em Capitão América 2, sendo a menção da música de Gaye uma referência na verdade ao filme que conta a história de um homem acusado por um criem que não cometeu e foge tanto da polícia quanto dos vilões, mas que consegue reconhecer o bem e o mal nos dois lados. Parece familiar?

Aliás, cada país recebeu uma “lista”, a do Brasil contava com os itens “Ayrton Senna” “Xuxa” “Mamonas Assassinas”; a dos EUA, com o seriado “I Love Lucy”, “Muro de Berlim”, “Steve Jobs (Apple)”,  “Disco” e “Pouso na Lua”; da Inglaterra continha “TV Show – Sherlock”, “Os Beatles”, “Final da Copa do Mundo (1966)”, “Sean Connery”. O AC/DC aparece na lista da Austrália.

4) Aula de História

Como eu disse no tópico anterior, os irmãos e diretores rechearam esse filme de referências históricas e culturais, duas delas chamaram atenção, uma bem mais que a outra. A primeira é na cena em que Natasha coloca o pendrive no computador central, que antes não sabíamos ser o Zola, e parece uma frase “Shall we play a game?”, ou na tradução livre “Vamos jogar?” (desculpa, eu acabei assistindo legendado e não sei como apareceu na tela dublada). Essa frase faz alusão ao filme Wargame de 1983, sobre a Guerra Fria. A Viúva Negra ainda tenta explicar, mas o Capitão é curto e grosso e já tasca um “Eu sei, eu assisti esse filme”.

Já a segunda referência histórica está mais escondidinha, pra ser mais precisa, no apartamento de Steve Rogers. Quando Fury invade o apartamento de Rogers por ser o local seguro que precisava para se esconder, temos o que chamam de “stablishing shot”, cenas rápidas para o interlocutor saber e se familiarizar com o ambiente onde irá se passar o dialogo, nisso conhecemos melhor o apartamento do Capitão e ali na sua estante está o livro “Never Surrender”, a autobiografia de um dos maiores atores das Forças Especiais dos EUA e cabeças da CIA, William Boykin. Boykin foi uma figura controversa na história americana, completamente mergulhado na Guerra ao Terror e responsável pela frase “O que você está preparado para dar à América? Você estaria prestes a pagar o preço mais caro [preço de uma vida]?”. Bem Steve Rogers, bem Capitão América.

5) O Colar da Viúva Negra

Como o Gavião Arqueiro não aparece nesse filme a própria atriz Scarlett Johansson decidiu fazer uma leve homenagem: um colar com uma flechinha. Bem sutil e escondido, assim como o relacionamento da Viúva Negra e Gavião Arqueiro. O que nos deixa a dúvida: será que Gavião não apareceu porque está cuidando dos assuntos da S.H.I.E.L.D na Europa, hein? Deixaremos essa discussão para mais tarde.

6) Peggy Carter x  Sharon Carter

Nesse filme fica ainda mais evidente o afeto que Steve nutria e nutre por Peggy Carter, e até mesmo o papel que ela teve na elaboração da S..H.I.E.L.D., mas outra peça entra nesse quebra cabeça amoroso: a agente 13, ou mais conhecida como a vizinha enfermeira de Steve. Depois de se apresentar como Agente 13 e incumbida da proteção de Rogers, a agente diz seu nome: Sharon Carter. Oi? Coincidência? Destino? Marvel sendo zoeira? Não se sabe ainda qual sera a relação entre as duas Carters e se o próprio senhor de 95 anos se possibilitará ter uma relação.

7) A lápide de Nick Fury

Essa foi a referência mais emblemática do filme, a que me fez querer ajoelhar no chão e chorar depois que me toquei o que tinha acontecido naquele momento. O shot que mostra a lápide de Fury é meio rápido então possivelmente muitos não conseguiram perceber o peso daquilo, então vamos lá. A citação que está na pedra em inglês é “The path of the righteous man. Ezekiel 25:17.” e essa, meus caros, é uma das falas de Jules Winnfield, Pulp Fiction, também interpretado por Samuel L. Jackson…

Darei um momento aos senhores para digerir essa informação e chorarem.

Acabou o momento.

8) Stan Lee e o criador do Soldado Invernal

Já é de praxe Stan Lee fazer uma pequena aparição nos filmes da Marvel, então não poderia faltar uma em Capitão América 2 e dessa vez sua aparição ficou a cargo do roubo do uniforme vintage do Capitão América. Ele como segurança do museu dizendo que seria demitido por aquilo <3 <3 <3  Mas essa não foi a única aparição de um responsável pela história, Ed Brubaker, criador do Soldado Inverval e escritor da história que dá base ao filme, mostra sua pessoa querida como um dos cientistas da HYDRA. Quando Pierce, interpretado por Robert Redford, pede para apagarem novamente a mente de Bucky Barnes, aquele senhor rechonchudo que acopla a máquina à cabeça de Bucky é o Sr. Brubaker.

E agora chegarei com os dois pés no peito. Até aqui foram spoilers leves, dependendo da sua ciência ao arco da história, mas a partir desse ponto as duas próximas e últimas referências já são um gancho para Vingadores 2 e o que pode ser a fase 3 da Marvel em diante.

 9) Os Gêmeos

Quem conhece os filmes da Marvel e tem o mínimo de paciência, sabe que existe dois curtas após os créditos, um referente ao próximo filme do Universo Marvel e um sobre o próximo filme daquele personagem. Então vamos ao primeiro e o que vimos. Vimos o septo de Loki em poder do Barão Wolfgang von Strucker, o que nos liga ao próximo lançamento Marvel: Os Guardiões da Galáxia, por ser uma das relíquias, mas na cena seguinte nos são apresentados “os gêmeos” e aí entra a beleza do Universo Marvel gigantesco. 

“Mas quem, caralhadas, são esses dois loucos?!” Nos quadrinhos eles são Mercúrio e Feiticeira Escarlate, filhos de Magneto, sim, o mutante badass de X-men, mas em Hollywood nada é tão fácil e os direitos dos mutantes pertence à Fox Studios e, a saída que a Marvel encontrou para coloca-los na mesma história sem ter que passar por processo judiciais foi a referia “Era dos Milagres”, ou “Age of Miracles” como o Barão chamou. Os gêmeos serão milagres (mutantes) agora resta saber se induzidos e não de nascença como na história dos X-men. Nos quadrinhos os irmãos começam como vilões que fazem parte do grupo malvado de mutantes, mas após trabalhar com o Capitão América e os Vingadores, são chamados para fazer parte do grupo de super heróis.

Já vazaram algumas imagens e vídeos da Feiticeira trabalhando lado a lado com o Gavião Arqueiro (talvez um dos motivos que ele não tenha aparecido em Capitão América 2?) e seu irmão Mercúrio. Algumas filmagens só dos irmãos foram rodadas na Itália. Quando Fury se despede de Steve e Sam ele diz que irá para a Europa procurar mais membros da HYDRA. Pronto, gancho formado.

10) O Futuro de Steve Rogers, Bucky Barnes e Brock Rumlow

Essa pode ser a mais atordoante para alguns leitores que não estão familiarizados com a HQ, então aqui vai o último aviso: HÁ A MORTE DE UM DESSES DOIS, SE VOCÊ NÃO QUER SABER PARE AQUI E AGORA!

Quando o filme acaba, vemos o Soldado salvando o Capitão, mas ao invés de retornar para seus mestre, o assassino vai se recobrar de seus sentimentos. O último curta pós créditos é Bucky indo ao mesmo museu que Steve e tenta relembrar quem foi em sua outra vida e quem aquele louro bombado significava apar ele.

10.1) Chris Evans tem contrato assinado com a Marvel para 6 filmes, sendo que 4 desses já aconteceram (Capitão América 1, Vingadores 1, Capitão América 2 e Vingadores 2) o que deixa lastro para a tão comentada fase 3 da Marvel: Vingadores 3 e Capitão América 3. E depois disso? O que acontecerá com o Cap.? Bom, Sebastian Stan, o ator que faz Bucky Barnes tem contrato assinado para OITO FILMES, sim, a Marvel já estava se cobrindo. Quem leu as HQs sabe como e porque a Marvel se cobriu. O Capitão América Steve Rogers morre, e pelas mãos do Ossos Cruzados que já nos foi apresentado. Sim, o agente da HYDRA, Brock Rumlow quando é retirado dos escombros já com sua face deformada e as faixas do seu uniforme cruzadas é uma insinuação ao que será a vestimenta do vilão daqui pra frente.

“Mas se Steve morre, quem assume depois? :’( “, seu melhor amigo, Bucky Barnes. Após a morte de Rogers, o posto de Capitão não pode ficar vazio, então Barnes assume o uniforme e escudo, que os diretores já deixaram a dica quando os dois amigos estão lutando no meio da rua e o Soldado poe as mãos no escudo.

Captain America: The Winter Soldier

Bom, o texto foi beeem longo, mas tentei puxar 10 das inúmeras referências que existem no filme. Se você achou mais alguma comente aí em baixo, se não achou mas agora consegue lembrar das que leu, comente também aí em baixo. Mas se você, teimoso, odeia spoiler e leu o texto e agora tá querendo me bater, desculpa, eu moro longe e você não vai conseguir.

Fiquem espertos que terão mais posts sobre o Universo Marvel em breve!

Beijos!

Bella Alves Garcia

Read the rest of this entry »

Com toda certeza você já foi assistir um filme que achou o máximo e teve um amigo que veio lhe falando que o filme era uma droga, que o livro tinham muito mais detalhes, riqueza de conteúdo e que a pessoa não havia gostado nada das alterações que fizeram na história para que ela fosse para às telonas. Pensando nisso, resolvemos dar uma mãozinha para você parecer o cult da vez, fazendo uma análise do que foi escrito comparado ao que foi exibido nos cinemas.

Conheçam agora a lista dos 14 livros que você deve ler antes que eles cheguem às telonas.

  1. A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak

Por que você deve ler: Durante a Segunda Guerra Mundial, uma jovem garota chamada Liesel encontra consolo em roubar livros. Sob as escadas de sua casa, um refugiado judeu está sendo protegido pelos pais adotivos de Liesel. O livro é narrado pela morte, por isso vai ser interessante ver como será traduzido para o cinema.

Data de lançamento do filme: janeiro 17, 2014

Quem está estrelando: Sophie Nelisse e Geoffrey Rush

  1. Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos de Cassandra Clare (too little too late, já estreou, garotada. Mas mesmo assim leiam!)

Por que você deve ler: A história de uma garota que descobre que tem uma linhagem sobrenatural, depois que sua mãe é raptada por demônios. É uma série longa, mas vale muito a pena. Vamos torcer para que Hollywood faça justiça!

Data de lançamento do filme: 21 de agosto de 2013 (EUA)

Quem está estrelando: Lily Collins e Jamie Campbell Bower

  1. A Culpa é das Estrelas de John Green

Por que você deve ler: Uma garota de dezesseis anos luta desde os 13 contra um câncer, quando acha que não pode mais se surpreender com a vida, ela conhece um garoto em seu grupo de apoio e se apaixona gradativamente por ele. Preparem-se para chorar.

Data de lançamento do filme: Ainda sem data prevista para lançamento.

Quem está estrelando: Shailene Woodley e Ansel Elgort

  1. Serena de Ron Rosh

Por que você deve ler: O livro é uma história emocionante que acompanha os recém-casados  ​​George e Serena Pemberton em sua jornada para criar um império de madeira e impiedosamente matar todos os que caem que entrarem em seus caminhos. Serena descobre uma notícia lamentável e, em seguida, todo o inferno começa. Com toda certeza JLaw e Bradley Cooper serão incríveis.

Data de lançamento do filme: 27 de setembro de 2013

Quem está estrelando: Jennifer Lawrence e Bradley Cooper

  1. O Lobo de Wall Street de Jordan Belfort

Por que você deve ler: Um homem faz uma quantidade fortuna ainda jovem, desperdiçando a em drogas e festas, até que tudo desaba. Autobiografia do corretor da Bolsa de Nova York, Jordan Belfort.

Data de lançamento do filme: 15 de novembro, 2013

Quem está estrelando: Leonardo DiCaprio, Jonah Hill, e Matthew McConaughey

  1. Garota Exemplar de Gillian Flynn

Por que você deve ler: A história começa com assassinato misterioso, puxando o leitor  sobre a investigação para descobrir o que exatamente aconteceu com Amy Dunne. Você não sabe em quem acreditar e irá desconfiar do que os personagens estão se escondendo, e então BUM: reviravolta na história. Basta esperar até você estar na metade do livro: – você não vai saber como lidar com suas emoções.

Data de lançamento do filme: Sem data prevista para o lançamento

Quem está estrelando: Reese Witherspoon (rumores)

  1. Caçadores de Obras Primas de Robert M. Edsel

Por que você deve ler: Esta não é uma típica história da Segunda Guerra Mundial. Um grupo de historiadores de arte e curadores arrisca tudo para salvar obras de arte antes de Hitler as destruir.

Data de lançamento do filme: 18 de dezembro de 2013 (EUA)

Quem está estrelando: George Clooney, Matt Damon e Cate Blanchett

  1. O Jogo do Exterminador de Orson Scott Card

Por que você deve ler: Uma criança superdotada é enviada para uma escola militar rigoroso para se preparar para uma futura invasão alienígena. Acho que isso diz o suficiente, certo?

Data de lançamento do filme: 01 de novembro de 2013 (EUA)

Quem está estrelando: Asa Butterfield, Abigail Breslin, e Harrison Ford

  1. Correr ou Morrer – The Maze Runner de James Dashner

Por que você deve ler: Um grupo de rapazes está preso em um labirinto cheio de criaturas mortais prontas para matar. Sua casa é uma bomba-relógio, e você vai correr através do livro para descobrir se algum dia eles vão conseguir escapar com vida.

Data de lançamento do filme: 14 de fevereiro de 2014

Quem está estrelando: Dylan O’Brien, Kaya Scodelario, e Patricia Clarkson

  1. O Pacto de Joe Hill

Por que você deve ler: a namorada de Ig Perrish foi estuprada e assassinada, e ele se torna p principal suspeito deste crime hediondo. Um dia, ele misteriosamente acorda com chifres e usa seus novos poderes paranormais para caçar o assassino de sua namorada. Daniel Radcliffe pode não ser um mais bruxo, mas isso é perto o suficiente.

Data de lançamento do filme: 11 de outubro de 2013

Quem esta estrelando: Daniel Radcliffe e Juno Temple

  1. Se Eu Ficar de Gayle Forman

Por que você deve ler: É uma história intrigante sobre uma garota de 17 anos de idade, musicista clássica que se depara com o dilema de seguir a carreira e se mudar para Nova York, ou continuar morando em Oregon com seu namorado. Após um acidente de carro grave, Mia fica em coma. Ela tem uma experiência “fora-do-corpo” e fica observando os amigos e visitando a família. Seu dilema se torna outro: precisa escolher entre viver uma vida difícil ou morrer em paz. Se você ler antes do filme sair, então vai poupar fortes emoções no cinema. O diretor brasileiro Heitor Dhalia estava escalado para dirigir o filme, mas deu lugar a R. J. Cutler.

Data de lançamento do filme: Sem data prevista para lançamento

Quem está estrelando: Chloë Grace Moretz

  1. The Spectacular Now de Tim Tharp

Por que você deve ler: Dos mesmos roteiristas de (500) Dias Com Ela, é mais uma história de “boy meets girl”. O filme estreou no Festival de Sundance e recebeu elogios e o prêmio especial de júri. Ele um adolescente alcoólatra que adora curtir sua popularidade e viver apenas no momento, ela uma nerd que o fará querer ser uma pessoa melhor.

Data de lançamento do filme: 02 de agosto de 2013

Quem está estrelando: Shailene Woodley e Miles Teller

  1. Reconstructing Amelia de Kimberly McCreight

Por que você deve ler: A mãe solteira, viciada em trabalho, descobre que sua única filha cometeu suicídio, mas no fundo, Kate não acredita que sua filha jamais faria uma coisa dessas. Ela peneira através de mensagens de texto de Amelia, e-mails e mensagens no Facebook para descobrir a verdade chocante dos últimos dias da filha. É um livro de leitura fácil rápida. É um mais um filme com o selo HBO, ou seja, será no mínimo intrigante.

Data de lançamento do filme: Sem data prevista para lançamento.

Quem está estrelando: Nicole Kidman

Não é trailer, mas é um vídeo muito bonitinho:

  1. As Aventuras do Caça-Feitiço de Orson Scott Card

Por que você deve ler: A saga conta a história de Thomas J. Ward, o sétimo filho de um sétimo filho, o que lhe confere poderes especiais com os quais ele não sabe lidar, então começa a ser treinado pelo Caça-Feitiço John Gregory. A história é repleta de ogros, feiticeiras em reinos de encantados.

Data de lançamento do filme: 25 de outubro no Brasil

Quem está estrelando: Bem Barnes, Kit Harington, Jeff Bridges e Julianne Moore.

Já leu algum destes livros? Está ansioso pela sua chegada aos cinemas? Conte para nós.

Um super BjoMeChupa,

Isabella, colaboradora do blog.

Edição @pirulitodbanana.

 

Essa semana dei uma pausa no meu mais novo vicio, a minissérie francesa Le Revenants, pra rever a brasileiríssima CAPITU. Pra quem não sabe, CAPITU é a releitura televisiva do clássico literário DOM CASMURRO, de Machado de Assis, lançado em 1900, isso mesmo, há 113 anos atrás.

capitu

A série por si só é linda, ótimas fotografia, maquiagem, figurino e cenário. As interpretações também dispensam elogios. A linda Eliane Giardini no papel de Dona Glória. Maria Fernanda Cândido, a eterna Capitu. Michel Melamed dando show como Bento Santiago e já como Dom Casmurro, César Cardadeiro (o Pedrinho, do Sitio do Pica-pau amarelo) como Bentinho, Rita Elmor, que estivera recentemente em Salve Jorge, como Prima Justina, e destaque para o galã Pierre Baitelli, como Escobar, e pra lindíssima Letícia Persiles, que mais recentemente protagonizou a novela das seis Amor eterno amor, como Capitu Jovem. Além da ótima direção de Luiz Fernando Carvalho, que dirigira anteriormente as tão lindas quanto  A PEDRA DO REINO e HOJE É DIA DE MARIA. Mas interpretações e direção à parte, cabe-me aqui ressaltar uma teoria que desenvolvi desde a primeira vez que li o romance, aos quatorze anos, na oitava série. No alto de minha ingenuidade pueril já percebi que havia algo a mais no meio daquela história.

Como todo especialista afirma, e não ouso aqui argumentar contra, Machado de Assis foi um dos maiores gênios literários do mundo e só um gênio de tamanha grandeza seria capaz de escrever uma obra que ainda gere discussões mais de um século depois de sua publicação.

O que pretendo aqui subverter é a tão famosa discussão se Capitu traiu o não Bentinho. Talvez por vivermos numa sociedade ainda tão conservadora (para não dizer hipócrita), essa discussão que eu trago agora tenha sido tão pouco debatida. Já na oitava série eu percebi uma tensão sexual deveras grande entre Bentinho e seu colega de seminário, Ezequiel de Sousa Escobar. É claro que guardei aquelas desconfianças para mim, afinal, não ia sair espalhando-as aos quatro ventos a fim de não me recriminarem.

Cuida dizer que, ao final da leitura obrigatória no programa anual de língua portuguesa, minha professora perguntou à turma o que todos acharam da obra, se Capitu traíra ou não Santiago. Me calei. Ao fim das opiniões dos demais, a professora afirmou que ela e mais um grupo de amigos, trabalhavam. Em sua tese de mestrado, a teoria que Bentinho era homossexual e na verdade era apaixonado por seu companheiro seminarista. Nas leituras seguintes que fiz do livro minha desconfiança só fizera aumentar e essa semana, ao ver a série, chegara ao ápice, ao ponto de eu não conseguir assistir mais a série de tanta aflição por Bentinho ser gay e ninguém perceber.

aa-especiais_fim_de_ano_f_038

Curioso que sou fui pesquisar pela internet se alguém compartilhava da mesma ideia que eu, e para minha surpresa o próprio diretor da série global tratou de caprichar na tensão sexual entre os dois que eu citara a cima. Além dele, ainda nos anos 2000, o saudoso cronista e cartunista Millor Fernandes shipava (google it) Escobinho (mistura de Escobar com Bentinho [hahaha]).

Nesse link Millor separa algumas passagens do livro que tratam de provar por a mais b que bentinho era sim gay.  (vale a pena ler para dar continuidade à essa linha de pensamento)

1229446946996_f

Quanto a mim, a minha opinião é que realmente havia caroço nesse angu (que ano é hoje que ainda falo isso?). Nenhum amigo hétero cuida tantos detalhes ao outro e demonstram tanto afeto quando Escobar e Bentinho. A própria Capitu percebera isso, e talvez por isso tenha dado para o ‘amigo’ do marido. A seguir faço uma analise particular de cada um dos três personagens.

Bentinho: Não duvido do amor que tinha por Capitu e acho lindo o romance dos dois. Mas talvez, inconscientemente (e talvez até o próprio Machado o tenha escrito inconscientemente, apesar de, sendo quem é, não acredito muito que o tenha feito), ele também pudesse amar Escobar, por que não? Acontece nas melhores famílias, ou vai me dizer que você, querido leitor, nunca gostara de duas pessoas ao mesmo tempo? Não sejamos hipócritas.

pbait_

Escobar: Na minha opinião poderia ou não ser gay. Caso realmente o fosse, gostava sim do amigo e comera a esposa alheia apenas por vingança. Caso não, era apenas mais um canalha.

mariafernandacapitu

Capitu: Por trás dos olhos de ressaca e de cigana obliqua e dissimulada morava uma mulher bastante esperta. Talvez percebera a intimidade entre o marido e o amigo e como vingança decidira ir para a cama com Escobar.

Sancha (a esposa de Escobar): talvez tenha descoberto o relacionamento de Escobar e Capitu e tentara avisar Santiago no jantar de casais no dia anterior à sua viuvez, mas no fundo no fundo fora a grande corna da história, coitada.

21_mhg_capitu1

Concluindo, não posso afirmar se Escobar e Santiago eram realmente gays. É apenas uma teoria. Assim como outrem também não pode firmar que Capitu traíra ou deixara de trair Bentinho com o amigo. Isso apenas Machado de Assis saberá, e aí, amigo, só indo num terreiro de macumba e baixando o espirito do escritor para descobrir.

capitu

E você, o que acha do mais enigmático relacionamento da literatura brasileira?

Um super BjoMeChupa,

Por Matheus Hermógenes, colaborador do blog.

Em um sábado que parecia ser como qualquer outro, fui para a buatchy. Era aniversário de um amigo, e fomos praticamente em uma caravana da alegria.

Nesse dia eu ri como se não houvesse amanhã, conheci umas pessoas novas divertidíssimas , e ouvi cada história, aliás, antes de chegar na minha vou contar essa outra:

Esse rapaz, recém conhecido por mim, acaba de sair do armário. Cresceu na igreja, vivia na castidade, chegou a ser noivo de uma garota.  Depois de terminar o noivado, por uma dessas coisas loucas da vida, um amigo que apresenta uma amiga, que apresenta uma amiga, acabou saindo com essa garota. Ela era meio espevitadinha, já entrou no carro começando os trabalhos orais, vale lembrar que isso tudo era muito inédito para ele. Enfim, chegaram no Mc, e ela toda maluca, quis brincar de pega-pega, e na hora da coisa em si, fez vários pedidos malucos, mas o que acabou sendo a piada da noite foi “me chama de vaca!”, ele falou um vaca super tímido, e ela “me chama de vaca que nem homem”, mal sabia ela, hahaha.

Voltando, música boa, pista bombando, um chamando o outro de Vaca sem parar, e eu com a minha saúde frágil tive uma queda brusca de pressão, e fui para a enfermaria. Já estava melhor, só esperando ficar bem para sair, e entram dois caras:

-  Ele tem a pressão alta, não pode beber, bebeu e agora está passando mal!

Os enfermeiros colocam ele sentado. Verificam a pressão e dizem que está 22×16. Todos se chocam. O doente começa a fazer um barulho estranho com a garganta, colocam um balde entre as pernas dele, pois parece que ele vai vomitar. Está todo mundo prestando atenção nele e assustado por como está a pressão. Ele começa a rir estranho, uma risada que vem bem de dentro, forte.

Do nada ele se levanta, e começa a fazer uma coisa que parece um ciscado, cruza a mão nas costas meio torcidas, com aquela risada, e pronto, começa a encorporar um Exú.

Meu amigo ficou assustadíssimos, e saímos rapidamente.

E você, já teve alguma experiência espiritual/esotérica na balada?

BMC,

T.,

Colaboradora do blog.

JÁ VIVEU ALGO CURIOSO NA BALADA? ENVIE SUA HISTÓRIA PARA pirulitodebanana@gmail.com E PARTICIPE DA NOSSA COLUNA.

Semana do dia dos pais e é claro que nós do blog preparamos algo especial para vocês. E NÃO, NÃO É CUPOM DE DESCONTO PARA KIT CUECA DA PERNAMBUCANAS, seu pobre louco. É melhor que isso! É celebridade, é família de celebridade, é farofa caseira!

Como já fiz uma lista dos coroas mais quentes (ai, sdds) de Hollywood, pra não ficar muito repetitivo vou deixar pra vocês CINCO IDEIAS MARAVILHOSAS de fotos de família das celebs que você pode fazer e emocionar -ou chocar- toda a sociedade!

1 – “AMO ESSA FAMÍLIA, AMO NOSSA CASA”

Honey Boo-Boo e sua queridíssima família
Papai tomou muito chute no saco, o que danificou o produto :)

Quem não tem uma foto fraternal dessa, hein? Na escada da casa daquela tia que mora lá no cu do mundo depois da briga/gritaria do almoço de “boas vindas”.

2 – A foto que excluí a irmã odiada (serve pra irmão também , viu?)

3 – A foto que você tira com seu namorado jurando que vão casar e ele será o pai dos seus filhos. Terminam depois de uma semana.

Amo esse tipo de casal… Mentira, odeio vocês, seus retardados.

 

4 – Ricos, elitistas, bem vestidos, por cima da carne seca, mortos por dentro.

5 – Meus melhores amigos, minha família.

Essa é pra você que como eu acha que os melhores amigos são a família que escolhemos ter, essa é linda e perfeita. Mesmo porque os amigos são desajustados, psicopatas, perturbados, farofeiros e forever alone como você, isso significa uma família forte, amada e toda trabalhada no rivotril = feliz e alegre (até que o medicamento acabe, daí fudeu. É faca voando e vassoura estourando no lombo)

Espero que várias ideias tenham surgido e você já esteja correndo para o grupo da família no facebook para combinar qual farão, já que fotos da família inteira nunca são o suficiente e sempre tem uma história cheia de rancor e piada por trás.

FELIZ DIA DOS PAIS!

Por Bella,

Colaboradora do blog!

O assunto dos protestos está bem em alta ultimamente, mas já está cansando. A missão que me foi passada dessa vez seria comentar sobre os mesmos, mas como o próprio manifesto ainda não tem um futuro certo e estabelecido preferi falar de uma coisa MIL VEZES MAIS LEGAL que a nossa política burra e políticos “espertinhos”: HARRY POTTER! (todo mundo correndo pra abraçar a coleção de livros /DVDs /roupas /album de figurinhas /os cachorros que tem os nomes dos personagens [quem nunca]). Como eu sou subordinada aqui no site (e no resto da minha vida) eu simplesmente não poderia ignorar o pedido e falhar na missão, então decide comparar o momento em que se encontra a nossa sociedade com a amada história (não vou dizer meu bruxinho favorito porque meu coração é de Ronald Weasley) de HP!

  1. O GOVERNO CONTROLA TUDO

Na história o Ministério da Magia tem acesso a todos os tipos de informações da vida dos bruxos por via da burocracia (aliás, to escrevendo esse texto no dia 03 de julho, aniversário de Franz Kafka.) (Meu chefe advogado curtiu isso.) dos Bancos, históricos escolares para aplicação de leis, histórico dos bruxos desde o dia em que nasceram (na sala da Professora McGonagall existe uma pena encantada para escrever o nome de todos os bruxos nascidos, para Hogwarts mandar cartas de aceitação, mas esses dados são de poderio do Ministério da Magia na verdade) e do jornalismo, o Ministério controla de forma óbvia e “sutil” cada aspecto da vida dos bruxos. Sem imprensa e comércio livres, os bruxos são obrigados a confiar na benevolência de seu ministério.

Nem precisa dizer que no Brasil é nem um pouco diferente. Tivemos exemplo disso na cobertura da mídia sobre os protestos, como as emissoras (“EI, GLOBO, VAI TOMAR NO CU!” -Brasileiro, povo.) e alguns jornalistas (abraço carinhoso para Jabor e Datena). Claro que eles não respondem sozinhos, a principal emissora brasileira tem rabo preso com o Governo de forma aberta e conhecida, então de forma nenhuma iriam contraria o Estado. Exemplo disso é: você sabia que o Ministério Público ( o órgão que representa o povo perante a União) auferiu uma ação de improbidade administrativa contra Luís Inácio LULA da Silva, ou seja, o ex-Presidente junto ao ex-Ministro da Previdência Social fizeram merda. Segue um trecho do processo (lembrando que os processos no Brasil são públicos, salvo exceções):

“A presente ação tem por objeto a imposição de sanções civis-administrativas ao primeiro requerido (ex-Presidente da República) e a condenação de ambos os requeridos aos ressarcimento dos prejuízos causados ao erário, em razão da prática de ato de improbidade administrativa, consistente no envio irregular de correspondências aos segurados do INSS, através das quais informavam sobre a possibilidade de obtenção de empréstimos consignados com taxas de juros reduzidas”  - Processo 7807-08.2011.4.01.3400, pág 1.

#IssoAGloboNãoMostra

Enfim, os meios e recursos que o governo detém de nos monitorar são enormes, mas vai da disposição de quem comanda deliberar se vai à mídia e as vezes até mesmo à condenação.

profeta diário

  1. BRUXOS E BRUXAS SÃO MANTIDOS IGNORANTES

Currículo de Hogwarts requer cinco anos de Poções e Herbologia, mas não oferece uma única Economia, Matemática, Ciência, ou aula de “Como Socializar Com os Trouxas”, deixando graduados lamentavelmente despreparados para a maioria das profissões não convenientemente distribuídas a eles durante o teste patrocinado pelo governo. Isso mantém a comunidade insular, com nenhuma maneira dos jovens fugirem para a sociedade trouxa, ou mesmo debater seus direitos.

Se vocês leram o primeiro tópico até o final viram como também somos mantidos ignorantes, e não só de informação, mas também no nosso ensino básico. Alunos se formam sem saber interpretar um texto, discutir e expor suas ideias de forma clara e 92% dos casos equação de segundo grau, ou é algo tão complexo com título em química (nunca consegui aprender), ou simplesmente esquecido e nem estudado. E se alguém terminou o ensino médio e sabe o que é estatística vai se espantar: nem 15% dos concluintes sabem matémática (me diga uma novidade) e nem 30% sabe a nossa amada língua portuguesa (e não estamos falando só da educação pública, chorem ricos, mas vocês também estão nessas estatísticas).

aula de poções hogwarts

 

  1. …O QUE SIGNIFICA QUE NÃO TERÃO BONS TRABALHOS OU TRABALHARÃO PARA O GOVERNO:

Crianças bruxas têm uma pequena gama de carreiras para fingir e aspirar quando brincam de faz de conta. Empregos lucrativos parecem desproporcionalmente controlados pelo governo: Aurores, juristas, jornalistas, professores e burocratas. A maioria desses empregos vai para Puros Sangue e Mestiços favorecidos de alguma forma, deixando o resto para trabalhos indesejáveis como motoristas de ônibus / trem, lojistas, curandeiros, ou zeladores. As principais exceções, como na sociedade trouxa (a nossa, brasileira), são aqueles que se tornam celebridades, atores ou estrelas de Quadribol.

No Brasil a coisa não é diferente, muitos querem passar num concurso público pelas garantias e remunerações do cargo. Ao invés de Puros Sangue vamos colocar “crianças que estudaram em escolas particulares boas”, essas conseguirão os cargos maiores, já que os pais tiveram dinheiro para investir em sua educação, deixando para a grande maioria o “trabalho braçal”, o de apenas fazer e não pensar. E como na sociedade bruxa, as exceções aqui também serão as celebridades e jogadores de futebol que cultuamos.

enhanced-buzz-29390-1372348937-4

  1. “QUEM TE CONHECE QUE TE PAGUE”

Apesar de ser tanto um Puro Sangue, quanto possuir o que deveria ser um trabalho bem remunerado, como o chefe do Ministério do Mau Uso dos Artefatos dos Trouxas, a família de Arthur Weasley se esforça para fazer face às despesas. Alguém poderia argumentar “Ah, mas ele tinha uma caralhada de filhos (sete filhos)” seria uma pressão sobre o salário mais robusto, mas ter uma postura forte, sincero na igualdade e uma disposição amigável para trouxas afetava obviamente revisão anual do Sr. Weasley. Moral da história: suas afiliações políticas afetam sua taxa de remuneração.

Quem pode dar o exemplo disso aqui no Brasil é ícone da riqueza, e eu nem estou falando do Félix, e sim do Sr. Batista, Eike Batista. Quando Eike viu sua fortuna diminuir, sua posição no ranking de mais ricos do mundo cair e a água bater na bunda, pra quem ele foi correndo? DILMINHA. Trocaram carícias e tudo. Resultado: Governo brasileiro dando suporte ao Eike. Agora me diz se meu tio Zé, pai de uma das minhas melhores amigas e um dos homens mais corretos que eu conheço, tiver um aperto orçamental e sair correndo pra Dilma, ela vai trocar carícias com ele (mesmo porque acho que ele nem iria querer, sem falar que Dilma é lésbERROR ERROR ERROR). Acho que não. E não me venham falar de bolsa isso, bolsa aquilo, esse é um dos maiores mecanismos do governo para manter a população carente e de fácil manipulação.

Sr Wesley

  1. PRECONCEITO:

Agora chegou o momento. Do puro e simples medo dos trouxas e sua tecnologia estrangeira, para o tratamento mais benigno deles como “seres exóticos”, o isolamento auto-imposto gerou séculos de desinformação. Mesmo os bruxos mais amigáveis com os trouxas têm uma saudável desconfiança deles como um todo, “Oh, bem você não está como o resto deles. Você é como nós! “. A pobre da Hermione foi vítima desde criancinha de bullying por ser uma sangue ruim (todos chorando e querendo abraçar Hermione). Quem não se lembra de todas as cretinices que falavam pra ela, e até mesmo a cena nojenta do Ronnie (OI AMOR!!!) a defendendo e jogando um feitiço no Draco (bicha enrustida) (Feliciano curtiu) .  Ou mesmo a querida da Luna, que só por ser diferente (pra gente ver que mesmo num mundo com magia sempre tem alguém pra ser especial), tinha suas coisas escondidas e caçoavam dela E NO FINAL ELES CAGARAM NA BOCA DOS BULLIES TUDO! Ai, me emociono com Luna, desculpa gente.

Além dessa palhaçada toda que foi a tentativa ridícula de aplicar a “Cura Gay”, nossa sociedade ainda é extremamente preconceituosa com tudo que não entende. Tudo bem que isso pode ser uma reação natural do ser humano, não aceitar o que não entende, mas a partir do momento em que você gera uma reação desrespeitosa a isso, não é mais algo natural e sim estupidez sua.

enhanced-buzz-8131-1372358373-4

FINAL:

Bom gente, espero que tenham gostado das comparações e se vocês conseguirem traçar mais paralelos e quiserem deixa-los aqui nos comentários, a equipe do PB irá gostar muito. Eu tentei colocar os mais evidentes aqui, mas claro que existem muitos outros. O que importa dizer e o que realmente temos que levar dessa história toda é: MARCO FELICIANO É O DRACO MALFOY!!!!!!!!! Mentira. Na verdade não. Isso é verdade, mas não é essa a moral da história mas sim essa: Durante a batalha de Hogwarts muitos personagens foram perdidos, personagens que significavam o amor, carinho, lealdade e bom humor (Lupin, Tonks e Fred Weasley), mas outros se destacaram, como a coragem, o correto, a amizade e até mesmo o amor e a lealdade (O discurso maravilhoso do Neville e o beijo de Ron e Hermione na Câmara Secreta). Por mais que perdemos coisas preciosas, sentimentos preciosos, devemos nos levantar e continuar lutando, assim como Neville e assim como a família Weasley. Algumas reivindicações já foram adotas pela pressão dos protestos, mas o verdadeiro problema não está nas leis, mas sim em quem as elabora e aprecia. Voldemort não teria se tornado o bruxo que se tornou se não tivesse com quem contar. Não culpem a Dilma por todos os problemas do Brasil, ela não governa sozinha e muito menos é culpada da nossa cultura de voto que já vem das antigas. Ao invés de sermos mais um na multidão, vamos aprender a votar e vamos aprender a cobrar de nossos governantes.

Por Isabella Alves Garcia

Há cerca de um mês nosso país está vivendo um momento único em sua história. Presenciamos centenas de manifestações populares tomando as ruas deste país em busca de mudança. A menos de trinta dias, os convites para as marchas, passeatas  e manifestações nas redes sociais, pararam de ter somente dezenas de participantes virtuais para terem milhares de participantes nas ruas. A gota d’água, como todos sabem, foi o aumento na tarifa do transporte público e a repressão violenta e sem sentido que estas primeiras manifestações receberam. Quem mora em São Paulo (e nas grandes capitais do Brasil) sabe que abdicamos de uma boa parte do nosso tempo para gastarmos no transito, até aí “tudo bem”, é o preço que se paga por morar numa capital, mas o problema real é a falta de infraestrutura dessa capital. São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, enfim, as grandes cidades de nosso país estão vivendo um colapso resultado de uma história sem planejamento, um crescimento desordenado e acúmulos de décadas de gestões ineficientes e problemáticas.
As cidades crescem, a demanda pelo transporte público aumenta, a qualidade cai cada vez mais. Acordar cada vez mais cedo, sentir-se cada vez mais espremido, motorista cada vez mais estressado. Para deixar o usuário ainda mais feliz, que tal subir a tarifa? Que tal adicionar a esse conto de fadas ruas esburacadas e mal iluminadas, falta de segurança, saúde precária e uma dezena de mazelas que a a população precisa enfrentar?metro-lotado-700x525-ae

Aí é pra perder as estribeiras mesmo. E o povo perdeu. Começaram os manifestos liderados pelo “Movimento Passe Livre”, logo os manifestos já não pediam apenas a redução da tarifa, mas também pediam melhorias na educação, sistema de saúde e formas de combater a corrupção no nosso país. O movimento não era mais de “estudantes da classe média sem causa” (Beijo Jabor, você é um escroto), era do país inteiro. Por mais que algumas cabecinhas fechadas ainda tentavam reverter o processo, deslegitimando o movimento, acusando os manifestantes de vandalismo e falta de moral, a coisa pegou fogo (o carro da Record tá aí pra provar [desculpa a piada de mal gosto]).

Em progresso

No dia 17 de junho, uma segunda feira, cumprimos a nossa promessa: O Brasil parou. E foi lindo de se ver! A maioria das pessoas estava cagando pro futebol, as ruas foram tomadas de gente clamando por melhores condições. Era um sonho se realizando, as pessoas haviam acordado para seus direitos e estavam cobrandos seus líderes. Aqui abro um parênteses: na quinta feira anterior ao dia 17 de junho, teve o 4º ato, o mais brutal e truculento de todos que São Paulo presenciou. Alguns estudantes estavam em sala de aula recebendo notícias pelas redes sociais e de amigos que estavam lá no meio, até que indagaram seu professor sobre o que ele achava sobre os protestos e ele soltou: “quando vocês invadirem o Congresso, onde o bicho realmente pega, aí vamos conversar”. O que aconteceu segunda feira? Esses mesmo alunos estavam no meio da passeata quando viram um aglomerado de gente em um posto de gasolina observando uma televisão até que alguém gritou “O CONGRESSO É NOSSO!” todos se olharam com cara de espanto e alegria indagando “será que é verdade?” Era verdade, senhores, haviam tomado o Congresso. As pessoas em São Paulo começaram a pular e se abraçar de felicidade. Agora a porra ficou séria. Pros governantes.

Uma onda de patriotismo e revolução invadiu o Brasil, famílias inteiras foram às ruas no seguinte ato, todos entenderam que não eram mais 0,20 centavos. Eram PECs, eram Royalties, eram minorias e era o povo unido. Mas como nem tudo pode ser céu de algodão doce cor de rosa, as intrigas entre os partidos e os manifestantes começaram. Manifestantes agredindo quem ia com bandeiras de partidos e vice-versa. Agora vamos tentar entender: estamos numa “Democracia”, clamando de forma democrática por melhorias, certa? Certo.  As manifestações têm caráter apartidário, certo? Certo. Mas democracia significa que todos podem participar, certo? Certo. POR QUE CARALHOS PARTIDOS-SINDICATOS-UNIÕES-DONAS-DE CASA-MEU CACHORRO NÃO PODEM PARTICIPAR? Me expliquem? Tudo bem que é bem provável que esses partidos tentarão se valer de imagens dos protestos dizendo “estávamos lá, querido eleitor, estávamos com você. Vote no nosso partido”, mas já que você teve a suposta consciência de protestar, de ir às ruas, de expor o que não lhe convém no Governo, deveria, supostamente, ter a mesma consciência de olhar para essa propaganda partidária e dar risada e não o seu voto. Um partido estando ali no meio da multidão não te obriga a votar nele, seu asno. Ele está ali com o mesmo direito que você, na verdade ele está te ajudando, pois está fazendo volume para a massa crescer. Depende de você enxergar a real intenção do partido. E eu só não levei meu cachorro pra defender os direitos dos animais, porque esse filho da puta fugiu de casa pra sassaricar com as cadelas de rua e voltou cheio de pulga. Infeliz. Outro fator importante a se destacar quanto aos partidos, eram, que na maioria das vezes eram PSTU, PCO, PSOL e outras minorias de esquerda que eram atacados. Esses micropartidos possuem na sua história a manifestação, antes mesmo de você pensar em clicar em participar de uma manifestação do facebook eles já estavam nas ruas por uma causa qualquer.

Recalque

E é aqui que tudo se torna muito confuso para alguns. As reivindicações foram atendidas em sua maioria (diminuição da tarifa, PEC 37 negada no Senado [ainda irá para votação dos Deputados], 100 % dos royalties do petróleo do pré-sal para a educação e saúde, cura gay arquivada. Tudo parece muito bom pra mim pra ser verdade. Eu ainda to chocada com o congresso concordando com a Dilminha cedendo os 100%. Parece tudo uma grande armadilha a espera dos manifestantes esperançosos. Tipo a história de João e Maria. A casa de doces maravilhosa ao final da estrada, o sonho de toda criança… BUM A BRUXA APARECE E FODE COM TUDO! Eu acho que a Bruxa na história nem seja a Dilma, porque, meus caros, os senhores realmente acham que só ela que faz o Governo? Todos nós aprendemos na escola sobre a tripartição do Poder. Dilma representa um. No caso do Governo Brasileiro nossas bruxas são outras e em sua maioria são bruxOs. E eu ainda estou esperando pela grande pegadinha. Pode ser uma visão negativista, mas é a minha que estou dividindo com os senhores. Ainda acredito no poder das massas, apenas não acredito no nosso governo cedendo tão rápido e de forma tão “generosa”. E será que essa pressa em votar a chamada “agenda positiva” será mesmo benéfica para o país? Há seriedade na votação destes projetos? Eles vão realmente trazer benefícios para a população ou só servem para tentar tampar o sol com a peneira? O Brasil precisa mesmo desta reforma política ou basta trocar as pessoas que fazem política neste país? Só o tempo dirá e é bom ficarmos atentos, para que essa oportunidade de mudança se torne um infeliz pesadelo para nosso país.

74589_10151232540088823_1064082992_n

O que acham de tudo isso? O que acham de nosso texto? Deixem um elogio nos comentários. Se vocês não concordam, eu sou Geraldo Alckmin na brincadeira e não dialogo com vagabundo! Brincas, podem deixar o xingamento nos comentários, também somos uma democracia.

Texto de Isabella Garcia. Colaboração de Augusto Araújo.

Edição final @PirulitodBanana.

Era final de Março, inicio das minhas férias na Universidade federal, quando voltei para minha boa e velha Minas Gerais. Reencontraria minha família e meus amigos, dos quais estava morrendo de saudade. O primeiro reencontro foi com minha querida prima, praticamente uma irmã pra mim. Mal sabia o que me esperava. Pelas mãos dela fui iniciado em um vicio, um dos piores, quiçá, que existe, o Candy Crush. Sim, o joguinho do Facebook de maior sucesso nos últimos tempos, mais até que o ~tramzudo~ SongPop (por onde anda SongPop? Sdds SongPop. Um beijo, SongPop).

Tudo começou como uma questão de honra do tipo: “Isso não pode ser tão difícil assim” e “Eu vou conseguir o que ela não conseguiu”. E nas primeiras fases, era tudo realmente muito fácil. Então o que era uma questão de honra se tornou diversão. Quer coisa mais prazerosa do que ficar imaginando as combinações de docinhos coloridos do jogo? Ainda mais nas férias que, durante a semana, não havia nada para ser feito. Ficava horas jogando, mentira, ficava até terminarem minhas vidas e eu ser obrigado a esperar intermináveis trinta minutos por uma nova.

Foi quando tudo se tornou uma obsessão. Comecei a ficar madrugadas inteiras jogando, quando saía de casa sempre dava um jeito de jogar em Galaxies SIII e iPhones alheios, principalmente o de mamãe. Minha linda genitora, coitada, mal sabia o que aconteceria. Dia 4 de abril, aniversário de 80 anos da bisa, ela louca para tirar fotos com todos os familiares (apesar de ser sempre a mesma coisa, as mesmas fotos que se perdem sem serem postadas nas redes sociais vigentes) e lá está o celular, sem bateria, pois minutos antes eu jogara Candy Crush, e também porque a Apple não sabe brincar de bateria, não é mesmo, minha gente? Enfim. Minha mãe amaldiçoou até minha última geração depois do ocorrido, mesmo assim continuei jogando, até conhecer o POU. Sim, a versão 3.0 do antigo tamagotchi.

deputados jogando candy crush

Então eu me desvencilhei um pouco das amarras do Candy Crush e comecei a compartilhar minha atenção com o pequeno POU, lhe dando comida, banho, carinho e atenção e às vezes brincando com os joguinhos que ele traz consigo.

Minhas aulas recomeçaram, retornei para os ares gélidos do sul e finalmente, pensei eu, me vi livre do vicio do Candy Crush. Ledo engano. Era tudo emoção de inicio de semestre, pessoas novas na faculdade, festas todos os finais de semana e uma breve separação do jogo maldito. Mesmo assim, com muitos compromissos em minha agenda ~cof cof~ sempre arranjava um tempinho para jogar e tentar passar da fase 79, onde eu to ~preso~ desde minha volta ao sul.

O feriado de Corpus Christi chegou, foi muito divertido e quando do retorno da minha querida roomate da capital, agora também viciada em Candy Crush, resolvi voltar a tentar passar da fase 79, agora de uma maneira hard. Vida vai, vida vem, porém, deveras estressado and deprimido, cometi a insanidade de gastar 21 reais para comprar boosters (manhas, por assim dizer) para me ajudar a passar de fase e, mesmo assim, minha tentativa foi falha.

candy crush protestos

Mas não cabe aqui, querido leitor, saber se a tentativa foi falha ou não. Cabe aqui, ressaltar o fundo do poço ao qual eu cheguei. 21-REAIS-VINTE-E-UM-REAIS. Vocês sabem o que é isso? Tá bem que não é muita coisa, mas para um estudante universitário é bastante coisa. Como um fim de semana de open bar na buatchy, ou duas semanas de almoço no R.U. (Restaurante Universitário) e eu gastei comprando créditos pra um jogo no Facebook. NO FACEBOOK.

E onde eu quero chegar com isso, meus caros? Não quero, JÁ cheguei. Ao fundo do poço. Me sinto um paraplégico, um usuário de drogas que se vê amarrado, incapaz de largar o vicio. E aqui vou dar uma de reacionário, vou fazer um apelo à Rainha da Nação, se usuários de crack têm o Bolsa Crack, sou super à favor de uma BOLSA CANDY CRUSH. Se não como forma de apoio psicológico aos usuários desse vicio que aflige as famílias brasileiras, quiçá, mundiais, um dinheiro extra para comprarmos boosters, porque um booster pra passar de fase no Candy Crush, é mais de vinte reais.

candy crush

DIGA NÃO ÀS DROGAS. DIGA NÃO AO CANDY CRUSH.

Por Matheus Hermogenes, colaborador do blog e viciado em CC.

Nuvem de tags

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 12.462 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: